Festival Acaso traz dois espetáculos ao auditório

O programa do 23º Festival Acaso, a decorrer até 31 de outubro, prevê um total de 26 espetáculos a apresentar na Batalha (2), Leiria, Marinha Grande e Pedrógão Grande. A iniciativa é organizada pelo grupo de teatro O Nariz.

No dia 13 de outubro, à noite, o Lama Teatro encena “Seattle” no Auditório Municipal da Batalha. Trata-se da nova criação de João de Brito, com interpretação de Carlos Malvarez, Cristóvão Campos, João Pedro Dantas e Lia Carvalho.

“Seattle tem uma meteorologia própria, aquela gerida pela paisagem interior das personagens. A dinâmica e o ambiente tchekhoviano apontam o frio, o passar dos dias a fio, sempre iguais, e o difícil divorciar dos espaços de recordação, de convivência e de partilha: em Seattle as mãos e os corações gelam, e a chuva que se impõe é uma tempestade da alma, a mesma que habita e inspira o espírito grunge que aqui se experimenta”, refere o Lama Teatro – Laboratório de Artes e Media do Algarve.

No dia 26 de outubro, no mesmo espaço, Filipe Crawford apresenta a "A última noite do capitão", de Filipe Cabezas. Este monólogo relata a vida de Francesco Andreini, cómico dell'art, afastado das tábuas do palco e nostálgico dos anos de glória da comédia italiana dos finais do séc. XVI. Uma carta que escreve ao seu antigo mecenas é a chave que abre o álbum de recordações dos sucessos obtidos há mais de 400 anos.

O festival inclui performances, concertos, apresentações, mas sobretudo teatro, cresceu uma semana e surge com mais sete propostas do que em 2017, com enfoque especial na palavra.

"Há uns anos, havia sempre alguém a dizer poesia: chegámos a trazer o Mário Viegas, a Carmen Dolores, o Victor de Sousa. Este ano voltamos à aposta na palavra", explica o responsável pelo O Nariz, Pedro Oliveira.

"Do alto da ponte", dos Artistas Unidos, é a grande produção desta edição que, em paralelo, conta com a aposta na programação para o público infantojuvenil e faz questão de mostrar à região de Leiria "espetáculos que dificilmente aqui passavam se não fosse o Acaso", como o teatro Útero, Lama, Urso Pardo ou Tenda Produções.

O festival encerra com o grupo de expressão dramática de O Nariz, que mostra "Crimes", no dia 31 de outubro.


NESTA SECÇÃO

Destino de alguns valores do Mosteiro de Santa Maria da Vitória

Universalidade de Portugal Não sei se Portugal pode cumprir outra missão, servir ou...

Exposição liga Batalha aos principados romenos

Está patente no mosteiro uma exposição intitulada “Os principados romenos no tempo da constr...

Infante D. Henrique, Imperador de novos mares e de novos céus

Infante D. Henrique   “Talant de bien faire”   Tive a vocação do bem.   ...