Fatura mais baixa para consumos médios mensais da água

O Município da Batalha apresenta a fatura mais baixa para consumos médios mensais da água, saneamento e resíduos sólidos urbanos, para consumos de 10m3 e de 15m3, segundo um estudo comparativo publicado este mês pela Associação de Defesa do Consumidor (DECO Proteste).

O estudo resulta da avaliação do custo para as famílias destes serviços essenciais, representando na prática um comparador público que permite aos cidadãos avaliar os encargos mensais e identificar a diferença de valores entre cada município do país.

No caso do Município da Batalha, o valor apurado para o custo médio mensal para a água situa-se em 9,24 euros/mês, valor que contrasta, por exemplo, com o valor cobrado no Município da Trofa de 22,11 euros/mês.

A ferramenta disponibilizada na Internet pela DECO Proteste apresenta as tarifas, por município, divididas em consumos médios anuais de 120 e 180 metros cúbicos de água, elencando a existência de tarifários com condições especiais, designadamente para famílias numerosas e famílias em situações de vulnerabilidade social e com carência económica.

“O comparador agora tornado público pela DECO Proteste vem confirmar a opção de estabilidade tarifária que o município acordou com a concessionária em 2014, em que a eficiência das redes conseguida nos últimos anos, com perdas inferiores a 20%, fosse integralmente aplicada na redução da tarifa da água e nas demais componentes da fatura cobrada aos consumidores”, destaca o presidente da autarquia.

Na perspetiva de Paulo Batista Santos, “o investimento realizado pelas Águas do Lena, está a permitir ganhos de eficiência na rede de abastecimento e respetivas poupanças económicas, estando estas a ser refletidas na manutenção da fatura a pagar pelos consumidores e não em receita direta para o município”.

O Município da Batalha, segundo os dados de 2019 publicados pela Entidade Reguladora dos Serviços de Águas e Resíduos (ERSAR), regista o indicador de concelho com água 100% segura e de qualidade para o consumo humano.


NESTA SECÇÃO

Batalha/autárquicas: CDS recandidata Horácio Francisco

O CDS anunciou esta terça-feira, dia 30, que recandidata à Câmara da Batalha o vereador Horá...

Ano da Imprensa Regional: "Proximidade insubstituível e fundamental"

Será com “uma série de iniciativas” que irão decorrer ao longo dos próximos meses e até ao f...

Ensino à distância obrigou o município a investir 50 mil euros em tecnologia

A Câmara da Batalha começou na última semana de janeiro a fornecer diariamente mais de uma c...