"Elsa" derruba árvores no Concelho da Batalha

A passagem da tempestade “Elsa” pelo Concelho da Batalha está na origem de 11 ocorrências até às zero horas deste sábado, dia 21 de dezembro, segundo a Proteção Civil Nacional.

Há registo de 10 intervenções relacionadas com quedas de árvores e uma inundação, que obrigaram ao empenhamento dos Bombeiros Voluntários da Batalha e motivaram o envolvimento de 31 operacionais, auxiliados por 12 viaturas.

Esta sexta-feira houve quatro intervenções relativas a quedas de árvores e uma inundação. As restantes ocorrências registaram-se na quarta-feira (uma) e quinta-feira (cinco).

A freguesia da Batalha foi a mais afetada, com seis ocorrências, seguindo-se São Mamede, com três, e a freguesia de Reguengo do Fetal, com duas.

Segundo o Serviço Municipal de Proteção Civil da Batalha, na sequência da "precipitação e vento associados à depressão “Elsa", caíram mais de duas dezenas de árvores no concelho, sendo quatro de grande porte, e um cabo de energia; registando-se ainda inundações e acidentes sem gravidade".

Na sexta-feira foi preciso intervir em resultado da "queda de pedras de grandes dimensões na Rotunda de Trujillo e na Variante da Batalha", explicou o presidente do município e responsável pela Proteção Civil Municipal, Paulo Batista Santos.

Foto de açude do rio Lena;  Facebook de António Almeida

/https://www.facebook.com/photo.php?fbid=2874988425868126&set=a.333499446683716&type=3&theater

 

 

 


NESTA SECÇÃO

Carnaval põe 1.500 miúdos e graúdos a desfilar na vila

O Carnaval na Batalha volta à rua e promete diversão para todas as faixas etárias, com uma p...

Exploração da Barrosinha chumbada de vez

O projeto de exploração da pedreira da Barrosinha, na freguesia de Reguengo do Fetal, foi fo...

Menina de um ano morre atropelada por empilhadora

Uma menina de um ano de idade, natural de Casal do marra, no Concelho da Batalha, morreu no ...