Diáspora quer alargar presença e ligações à Batalha

O presidente da Câmara da Batalha “homenageou” as comissões que há 27 anos organizam o Jantar Anual de Confraternização da Diáspora Batalhense, destacando um dos seus elementos, que “pela primeira vez não estava presente”, o comendador José Batista de Matos.

“Um grande abraço ao José Batista de Matos, esse grande batalhense”, disse Paulo Batista dos Santos, durante o jantar-convívio, que decorreu no sábado, 17, em Champigny-sur-Marne, nos arredores de Paris, com a presença de duas centenas de emigrantes do concelho, residentes em França e noutros países europeus.

O autarca destacou que as suas palavras concretizavam um gesto semelhante à homenagem feita na Batalha “ao nosso/vosso amigo José Batista de Matos [falecido já este ano] e elogiou a atual Comissão dos Convívios Batalhenses: “A Anabela e o David foram incansáveis na organização, na ligação com a câmara, a potenciar e alargar a presença dos batalhenses e, inclusive, convidando empresários do concelho que estão agora a fazer negócios em França”.

O presidente da Assembleia Municipal da Batalha, Júlio Órfão, salientou a presença “daqueles que vieram para França, para lutar pela vida e melhores condições de subsistência”.

Por outro lado, agradeceu “ao atual e a todos os presidentes de câmara que ao longo dos anos (agora acompanhando mais de perto a dinâmica e o interesse do que está em exercício) têm mostrado a vontade de manter os laços que nos unem e ajudam a diminuir alguma distância, fazendo-nos sentir a cada dia batalhenses”.

Na sua intervenção, David Monteiro, que partilha a Comissão dos Convívios Batalhenses com Anabela Albuquerque, referiu-se “à proposta feita pelo presidente da câmara municipal para se avançar com a criação da Associação Mundial da Diáspora Batalhense, com uma ligação a países vizinhos, com os quais poderá haver intercâmbios, que está a ser concretizada na medida em que os estatutos já foram redigidos”.

A comitiva batalhense que se deslocou a França incluiu, além dos presidentes do município e da assembleia municipal, outros membros da autarquia e 21 elementos da Turma de Teatro e Canto da Academia Sénior da Batalha, que apresentaram uma peça de teatro e quatro temas musicais. (Na edição de dezembro, o Jornal da Batalha publica uma notícia mais desenvolvida sobre este tema).

 


NESTA SECÇÃO

Parque de eventos garante prémio nacional à autarquia

O Parque de Eventos Santa Maria da Vitória foi considerado o melhor projeto apresentado na c...

Acordo tripartido para “Pavilhão da Magueixa”

A Assembleia Municipal da Batalha aprovou a definição de apoio financeiro para o acordo de p...

D. Pedro, o Infante das Sete Partidas

Nascido a 9 dezembro de 1392, em Lisboa, D. Pedro é conhecido pelos historiadores como um il...