João Ramos

Fisioterapeuta

Dia Mundial da Atividade Física

No dia seis de abril comemora-se a nível mundial o Dia da Atividade Física, data destinada a sensibilizar a população em geral para a prevenção e promoção de saúde.

A atividade física e exercício são fundamentais para todas as idades, pessoas saudáveis e portadoras de alguma patologia. Todos nós devemos praticar. Dependendo das nossas características e necessidades, assim será a intensidade e frequência prescritas.

Os benefícios da atividade física regular estão cada vez mais documentados e comprovados pelos estudos científicos que têm sido realizados nesta temática. Os mesmos têm impacto a vários níveis do nosso organismo, tais como: no peso e composição corporal; nas doenças cardiovasculares; no aparelho locomotor (ossos, músculos e articulações); a nível metabólico; a nível psicológico (depressão, ansiedade/stress, função cognitiva e auto-estima); a nível hematológico; na pele; no Sistema Imunitário; entre outros aparelhos/sistemas do organismo.

Apesar do nosso dia-a-dia “exaustivo” a nossa atividade física voluntária fica muito aquém da atividade física voluntária dos nossos antepassados. Segundo guidelines da Sports Medicine, para mantermos o mesmo “rácio de subsistência” em relação ao paleolítico, deveríamos despender do dobro da energia para a atividade física voluntária. Isto é, nós ingerimos (em média) duas mil e cem kilocalorias por dia e despendemos trezentas para a atividade física voluntária, o esperado seria entre seiscentas a setecentas kilocalorias/dia.

Vivemos numa era em que todos os equipamentos são criados com o intuito de facilitar a mobilidade, reduzindo assim o nosso esforço físico para realizar a tarefa. Desde os meios de transporte, os eletrodomésticos, os materiais específicos de cada profissão, tudo é desenvolvido no sentido da comodidade do utilizador, o que nos torna cada vez mais sedentários. Temos que começar a mudar esta filosofia, pois a atividade física é essencial para o bem-estar de qualquer individuo.

Um adulto ativo deverá caminhar (pelo menos) dez mil passos por dia, nas várias atividades da sua rotina diária. Muitos são os equipamentos que na atualidade medem a atividade diária do utilizador, tais como smartphones e smartwatches. Já mediu os passos que caminhou hoje?


NESTA SECÇÃO

A pandemia… dos ignorados

Desde o aparecimento do primeiro caso de Covid-19, em Portugal, têm-se sucedido medidas de p...

Covid-19 – É importante ir de férias, mas em segurança!

Alguns meses depois do início da pandemia que tem marcado 2020, o calor veio para ficar, e o...

Coronavírus e Fisioterapia

O que diferencia genuinamente a Fisioterapia das outras práticas de saúde ligadas à motricid...