Joana Crispim

Mestre em Psicologia Clínica e formada em Hipnose

De personalidade a perturbação Boderline

Perturbação de personalidade define-se por um estado clínico e uma estrutura da personalidade, o que se traduz em sintomas e comportamentos observáveis.

A estrutura de uma personalidade é particularmente definida por mecanismos de defesa psicológicos que, quando maduros permitem minimizar o sofrimento psicológico e assim manter a integridade da sua personalidade na relação com os outros.

O que acontece na Perturbação Boderline, é que os mecanismos de defesa são imaturos e muitas vezes podem estar associados a psicoses. Esta perturbação afeta cerca de 1% a 6% da população mundial e a sua prevalência é maior em mulheres.

O termo Boderline sugere que a pessoa diagnosticada com esta perturbação viva no limite das suas emoções. Mas a principal característica desta perturbação remete para as dificuldades nas relações afetivas e posteriormente íntimas, isto, porque são pessoas com um humor de tal forma instável que torna qualquer relacionamento praticamente insustentável.

Para quem sofre e faz sofrer, desenvolve-se uma dinâmica relacional caótica e severamente atribulada. As oscilações de humor frequentes num quadro clínico de Boderline variam num espaço de tempo bastante curto, a pessoa pode acordar otimista com a sua vida, mas se experienciar um acontecimento fora do seu controlo que a deixe descontente pode conduzi-la aos mais profundos sentimentos de fúria e irritabilidade.

Estas pessoas expõem reações emocionais de forma excessiva, extremas e frequentemente inapropriadas, o que as leva a experienciar um profundo sentimento de vazio, difícil de preencher e que determina uma dor psíquica vivida num corpo. Esta angústia pode muitas vezes levar a pessoa a praticar comportamentos auto-lesivos.

Nas relações menos íntimas, o Boderline é excelente companhia, é extrovertido, intenso e divertido, no entanto, se a convivência evoluir para um caráter mais íntimo e derivado do seu enorme medo de ser rejeitado, podem começar então por surgir dificuldades e conflitos. Pode-se assim afirmar que é na intimidade que o Boderline se revela como inseguro, controlador e ciumento. 

Boderline é o mesmo que ser Bipolar? O Bipolar vive por fases, variando entre a euforia e a tristeza, contudo, existe um espaço de tempo considerável entre estas duas fases.

Já o Boderline vive as suas fases praticamente misturadas, pois o espaço de tempo entre elas é praticamente inexistente. É pela durabilidade das fases que podemos considerar se estamos perante uma perturbação Boderline ou Bipolar.

Boderline é o mesmo que ser Psicopata? Os Boderline são o inverso dos psicopatas, enquanto eles sofrem e fazem os outros sofrer por excesso de sentimento, o Psicopata causa sofrimento alheio sem ser afetado com isso uma vez que não manifesta qualquer relação sentimental.

Pode-se assim afirmar que o Boderline é 100% emoção e 0% razão, enquanto que o Psicopata é 100% razão e 0% emoção!


NESTA SECÇÃO

“As doenças não precisam de passaporte”

“As doenças não precisam de passaporte” é a mais recente campanha da Sanofi Pasteur que pret...

Smartphone e os problemas de coluna

Já parou para pensar quanto tempo do seu dia é direcionado ao uso do seu smartphone? O artig...

Menopausa - uma fase natural na vida da mulher

A menopausa é um episódio natural na vida da mulher que se começa no final da última menstru...