Célia Ferreira

A.M.H.O. A.Minha.Horta

Cuidar agora para colher depois

No mês de fevereiro já se nota o crescer das horas de sol. A sabedoria popular diz-nos: – Se queres ser bom grãozeiro, semeia-o em fevereiro.

O ditado lembra-nos que é uma boa época para as sementeiras de grão (trigo, centeio, etc). Mesmo que não pretenda estas culturas, mas quiser manter o terreno fértil, pode semear algumas leguminosas, que mais adiante servirão para incorporar na terra e assim melhorar o solo.

Pode também espalhar pedaços de cartão nas zonas que mais tarde serão de semeadura e plantio. Esta é uma forma de ir preparando o solo, aquecendo-o e mantendo-o livre de plantas indesejadas. Ou pode simplesmente incorporar novos nutrientes colocando estrume - de preferência já curtido, se o colocar mais fresco deve dar tempo para que seja assimilável pelas plantas.

Se quiser plantar no futuro, prepare o terreno agora, deixe-o sem nada e dentro de algumas semanas, quando for plantá-lo, remova as ervas espontâneas que nasceram - este processo chama-se falsa sementeira e pode ser feita sempre. Assim permitimos que as ervas espontâneas se manifestem e depois removemo-las ainda pequenas antes das nossas sementeiras/plantações livrando as nossas plantas da concorrência por nutrientes.

De salientar que mesmo as ervas espontâneas são boas para adubar, ou seja podem devolver à terra aquilo que lhe retiraram. Costumo colocar numa vasilha com água as plantas que vou retirando dos canteiros e deixo a macerar por uns dias, depois uso essa água para regar, com o cuidado de não colocar as que têm sementes, pois assim estaria a espalhá-las.

Hortícolas para semear em local coberto: acelgas, alfaces, alho francês, beterrabas bróculos, couves-repolho, ervas aromáticas, nabos, rúcula, tomates, pepinos, pimentos.

Hortícolas para semear ao ar livre em zonas menos propensas a geadas: alho francês, beterrabas, cebolas, cenouras, coentros, couves-flôr, couves- repolho, espargos, espinafres, ervilhas, nabiças, nabos, rabanetes, rúcula, coentros, calêndulas.

Jardim, semear: gipsófilas, manjericos, ciclames, cólios, sécias, bolbos, margaridas, cravinias.

Este mês é um bom momento para a poda da maioria das árvores de fruto, de modo a potenciar a sua frutificação.

Na horta cultivamos alimentos e sentimentos!

Boas colheitas.


NESTA SECÇÃO

Regime contributivo dos independentes

Com a entrada em vigor do novo regime, janeiro de 2019, deixa de haver escalões de remuneraç...

O segredo

Muitas vezes perguntam-me qual é o segredo. A mim e ao ‘mister’ que me acompanha há 7 anos,...

História deturpada e vilipendiada

Nos “Apontamentos” deste mês tive de voltar a um tema que é caro, ou que devia ser, a todos ...