Cristiana Miguel

Médica na USF Condestável, Batalha

Covid-19 – É importante ir de férias, mas em segurança!

Alguns meses depois do início da pandemia que tem marcado 2020, o calor veio para ficar, e o mesmo se parece aplicar à Covid-19.

A praia é um dos locais preferidos dos portugueses (e não só) para as férias de verão, pelo que a Agência Portuguesa do Ambiente elaborou um manual com linhas orientadoras para a sua utilização no contexto da pandemia, disponível em www.apambiente.pt. Neste site encontra também informação em tempo real do estado de ocupação das praias portuguesas, de forma a poder evitar praias com grande aglomerado de pessoas (https://infopraia.apambiente.pt/).

É importante recordar que o novo Coronavírus se transmite pelas secreções (tosse e espirros) de pessoas infetadas e também por gotículas que ficam nas superfícies.

Estima-se que o risco de transmissão do vírus através da água seja baixo, e ainda não existem dados sobre a sua presença na areia. Deste modo, e embora a praia seja um local amplo e aberto, a sua utilização não dispensa o cumprimento das regras gerais estabelecidas para a pandemia.

É sempre recomendado o distanciamento físico de 1,5 a 2 metros entre cada pessoa, a higiene frequente das mãos, a limpeza e higienização dos espaços e a etiqueta respiratória: evitar o contacto próximo com pessoas com infeção respiratória, e tapar o nariz e boca com o lenço de papel ou com o braço quando espirrar ou tossir.

Não deverá deixar o seu lixo na praia, devendo transportar consigo um saco onde o possa colocar e seguidamente fechar, para depois depositar em segurança num caixote designado para o efeito.

Nesta época balnear, o seu chapéu de sol deve estar à distância mínima de 3 metros dos restantes chapéus e a utilização de equipamentos de uso coletivo (gaivotas, escorregas, chuveiros interiores) não será possível, de forma a diminuir a probabilidade de contaminação.

Não se esqueça que, se frequentar cafés ou bares, deverá desinfetar as mãos à entrada e saída, e só deve retirar a sua máscara no momento da refeição, tendo sempre o cuidado de higienizar as mãos antes e após a manipulação da máscara.

Sabe-se que o risco de transmissão aumenta principalmente em espaços fechados onde esteja um grande número de pessoas.

Se não é frequentador habitual de praia, mas gosta de dar passeios ao ar livre, não se esqueça que deve manter o distanciamento social aconselhado e, no caso de passagens estreitas, optar por circular pela direita, em sentido único.

Uma novidade desta pandemia é o selo “Clean & Safe” (limpo e seguro), atribuído pelo Turismo de Portugal para assinalar as atividades turísticas que cumprem as recomendações para prevenção e controlo não só da Covid-19, mas também para outras eventuais infeções. Procure por este selo quando estiver a planear as suas férias e atividades de lazer.

Para além das medidas acima descritas, é fundamental que saiba que se apresentar sinais ou sintomas de Covid-19 não deve frequentar espaços públicos.

A sua USF Condestável não tira férias, e manterá a retoma à atividade de forma gradual, dando prioridade aos grupos vulneráveis e de maior risco (utentes com diabetes, grávidas e crianças pequenas) e privilegiando o contacto não presencial.

Mantenha-se em segurança e contacte-nos, se necessário, via e-mail (usf.condestavel@arscentro.min-saude.pt) ou por telefone (Batalha – 244769920, 2ª a 6ª feira das 8h às 20h e sábados das 9h às 13h; São Mamede – 244704354, 2ª a 6ª feira das 9h às 16h)


NESTA SECÇÃO

Cancro da mama metastático: uma doença para a vida

Cancro da mama metastático é um termo utilizado para caracterizar uma fase avançada da doenç...

O inverno está a chegar

Com a chegada dos meses mais frios é inevitável o aumento dos casos de gripe e outras infeçõ...

Uma em cada quatro morre de complicações da trombose

O Dia Mundial da Trombose celebra-se no dia 13 de outubro, data escolhida pela Sociedade Int...