Covid-19: Batalha instala segundo centro de acolhimento

“Este espaço pode acolher doentes em recuperação da Covid-19, pessoas com sintomas ligeiros, ou servir apenas para situações de quarentena”, explica o presidente da autarquia, Paulo Batista Santos.

O espaço dispõe de condições para refeições, balneários e consultório médico, e será colocado à disposição das entidades de saúde locais. O pavilhão gimnodesportivo alberga o outro centro de acolhimento.

Entretanto, a Câmara da Batalha procedeu à entrega de diverso material de proteção individual à GNR e ao lar do Reguengo do Fetal (150 viseiras, 10 mil luvas látex e 50 litros de gel desinfetante).

No refeitório do Agrupamento de Escolas da Batalha foram entregues materiais descartáveis para garantir a possibilidade de funcionar em regime de “take-away”.


NESTA SECÇÃO

Falta de segurança encerra pavilhão da Golpilheira

O Pavilhão Municipal da Golpilheira está encerrado e sem utilização desde meados de janeiro,...

A revolução editorial - entrevista com Hugo Xavier

No ano de 2015 presenciámos uma mudança no paradigma editorial português, com o aparecimento...

Parque de eventos garante prémio nacional à autarquia

O Parque de Eventos Santa Maria da Vitória foi considerado o melhor projeto apresentado na c...