Covid-19: autoridades apontam primeira morte na Batalha (Atualizada)

O relatório de situação referente a quarta-feira, dia 19, divulgado pelo Comando Distrital de Operações de Socorro de Leiria, revela a primeira morte de uma pessoa residente no concelho da Batalha vítima de Covid-19.

A Câmara da Batalha "muito lamenta" o falecimento, "embora se trate de um óbito ocorrido na primeira semana de agosto", refere a autarquia em comunicado.

"A demora no registo justifica-se pelas dúvidas no apuramento das causas do óbito, uma vez que o falecido esteve em contacto com a doença, mas foi dado como recuperado, tendo falecido algum tempo depois", esclarece.

"A situação epidemiológica no Concelho da Batalha continua estabilizada à data de hoje [dia 20], com o registo de apenas um caso ativo (importado) e algumas pessoas em vigilância, por precaução", conclui o município.

No distrito de Leiria são agora 41 as vítimas mortais desde o início da pandemia.

O concelho regista 19 casos de infeção desde o início da pandemia, tem dois casos ativos e oito sob vigilância.

 

Primeiro batalhense faleceu em março

Um homem de 69 anos natural das Brancas, no Concelho da Batalha, faleceu no dia 24 de março vítima da doença Covid-19. Foi o primeiro caso conhecido de um natural ou residente no município.

O falecido residia em Vila Verde, no concelho de Oliveira do Bairro, distrito de Aveiro, e tinha quatro filhos maiores de idade, residentes no país e no estrangeiro.

Foi um dos filhos que, na sua página de Facebook, comunicou o falecimento de Luís da Conceição Brito Rino (“Luís da Olibar”, como era popularmente conhecido e que ultimamente vivia com uma filha em Vagos).


NESTA SECÇÃO

Bombeiros da Batalha combatem fogo no parque natural (com vídeo)

Os Bombeiros Voluntários da Batalha estão a ajudar a combater o incêndio que deflagrou na ma...

Autarca "lamenta profundamente" ausência de combate à poluição

O presidente da Câmara da Batalha "lamenta profundamente o esquecimento a que tem sido votad...

“Não temos qualquer interesse em indústrias que não gerem mais valias”

(Excerto da entrevista do presidente da Câmara da Batalha, Paulo Batista Santos, publicada n...