Patrícia Moreira (IFE 3º ano MGF) e Ana Carolina Rodrigues (IFE 4º ano MGF)

USF Condestável, Batalha

Consulta pré-concecional: O que é? Qual a importância?

Já lá vai o tempo em que não era possível programar o nascimento de um filho. Não havia métodos contracetivos para prevenir a gravidez nem forma de se preparar para o nascimento de um novo ser.

Atualmente, à luz dos grandes desenvolvimentos da medicina, é possível, na maioria das vezes, decidir o melhor momento para ter uma criança e assim fazer com que tal aconteça nas melhores condições.

Porquê uma consulta pré-concecional?

Esta consulta serve, em primeiro lugar, para responder a questões que o casal possa ter sobre a conceção. Em segundo lugar, permite fazer um exame médico de rotina com estudo analítico específico dirigido a ambos os membros do casal.

No caso da futura mãe, é necessário confirmar que exista uma citologia cervicovaginal (o conhecido exame “Papa Nicolau”) recente e normal, confirmando assim que não haja nenhuma doença no colo uterino que implique tratamento prévio à gravidez.

Por último, permite ainda o início da suplementação da futura grávida com ácido fólico, substância muito importante na prevenção de alterações neurológicas no feto, pelo menos um mês antes de suspender o método contracetivo utilizado. Assim, as reservas desta substância no organismo da mãe estarão em níveis ótimos no momento em que engravidar.

Quando algum dos elementos do casal possui alguma doença sexualmente transmissível, esta pode ser tratada antes da conceção. O mesmo acontece com algumas doenças que a progenitora possa ter (hipertensão arterial, diabetes mellitus, síndrome depressiva, hipo ou hipertiroidismo, epilepsia, entre outras) e que devam ser controladas previamente à gravidez, para que esta decorra sem intercorrências.

Em mulheres que fazem medicação crónica, é necessário suspender alguns fármacos por serem prejudiciais para o feto. Outros fármacos precisam de ser alterados ou ajustada a sua dose.

Uma gravidez planeada tem, logo à partida, maior probabilidade de decorrer de forma tranquila e sem complicações.

 


NESTA SECÇÃO

Diabetes: um dia sem açúcar em família

A International Diabetes Federartion (IDF) comemora anualmente no dia 14 de novembro o Dia M...

Maioria tem falta de dentes e há mais a não irem ao dentista

Mais de 30% da população revela que nunca vai ao médico dentista ou apenas vai em caso de ur...

Crianças particularmente suscetíveis aos efeitos prejudiciais do tabaco

O tabaco é lesivo para quem fuma e para todos os que partilham o espaço poluído do fumo de t...