Cristiana Miguel

Médica Interna, USF Condestável, Batalha

A Consulta Aberta na USF Condestável

Cada médico de família tem cerca de 70% do seu horário já preenchido quando começa o dia de trabalho. Esta percentagem corresponde a agendamentos de consultas programadas de vigilância e prevenção: saúde infantil e juvenil (0-18 anos), planeamento familiar, saúde materna, consulta de diabetes e/ou hipertensão, saúde do adulto e consultas domiciliárias.

As restantes vagas são reservadas para a Consulta Aberta (também conhecida como Consulta do Dia ou Consulta de Doença Aguda), destinadas aos utentes do seu ficheiro, e para a Consulta de Intersubstituição (funciona nos mesmos moldes, mas destina-se ao atendimento de utentes de outros médicos de família).

Estas consultas têm a duração de 15 minutos e destinam-se ao atendimento de pessoas com queixas recentes (menos de 72 horas de evolução). São marcadas no próprio dia, para o médico de família ou para o enfermeiro de família. Quando estes se encontrarem ausentes ou quando a capacidade de resposta dos mesmos se esgotar, pode ser agendada Consulta de Intersubstituição com outro médico ou enfermeiro, sempre que a situação o justifique.

A Consulta Aberta pode ser solicitada presencialmente, por telefone ou por e-mail, sempre no próprio dia, e o agendamento pode ser telefónico ou presencial, de acordo com o problema de saúde do utente.

É de realçar que esta consulta não se destina a mostrar exames, renovar receituário ou tratar de assuntos relativos a documentação diversa. Caso a situação não cumpra critérios para a Consulta Aberta, o utente deverá agendar uma consulta de Saúde do Adulto (consulta programada de Medicina Geral e Familiar). Esta destina-se à vigilância de saúde ou de doença crónica, bem como à emissão de atestados, declarações e relatórios. Não tem carácter de urgência e é marcada antecipadamente.

Todos os médicos têm, ao longo do dia, espaços no seu horário destinados à Consulta Aberta e, rotativamente, vários períodos semanais para a Consulta de Intersubstituição, incluindo aos sábados de manhã. Quando já não há vagas para este tipo de consulta, ou quando ocorre uma situação aguda fora do horário de atendimento da USF, as alternativas são o Serviço de Urgência do Centro Hospitalar de Leiria, o número nacional de emergência médica (112) ou a Linha Saúde 24 (808 24 24 24).

Dado o contexto atual da pandemia Covid-19, os utentes com queixas respiratórias ou sintomas típicos de infeção Covidnão podem ser atendidos presencialmente na USF sem apresentarem um teste laboratorial (PCR) negativo para a Covid-19. Assim, utentes com febre, tosse, falta de ar, dor de garganta, perda de cheiro ou olfato devem ligar para o SNS 24 (808 24 24 24), para a devida orientação para realização de teste. Não se devem dirigir à USF para observação dado o perigo de transmissão aos utentes que se encontram na USF, muitos dos quais idosos e com várias patologias.

O pedido de Consulta Aberta deve ser racionalizado e justificado, sendo o atendimento de acordo com a gravidade da situação. Apelamos aos utentes para que utilizem corretamente esta consulta, de forma a que os casos de doença aguda possam ser atendidos sempre que necessitem.

Com a colaboração de todos, a USF Condestável continuará a prestar o atendimento e orientação necessários a todos os seus utentes.

 


NESTA SECÇÃO

“São os meus bicos de papagaio, Sr. Dr.!”

Certamente será caso para dizer que, quem nunca teve umas dores de costas, que atire a prime...

Estranho mundo onde o exotismo é valorizado com orgulho!

A 12 de outubro celebra-se o Dia Mundial das Doenças Reumáticas. E invoca-se a sua importânc...

Olhos abertos para a trombose

A cada dia 13 de outubro assinala-se o Dia Mundial da Trombose, data escolhida pela Sociedad...