Concelho disponível para receber famílias do Afeganistão

A Câmara da Batalha, em parceria com empresas, manifestou no dia 23 de agosto junto do Governo a sua disponibilidade para a colaboração nos esforços de apoio ao povo afegão, podendo receber duas famílias ou um grupo máximo de 8/10 pessoas.

“O município sente-se comprometido com a defesa dos Direitos Humanos e da liberdade de expressão. São por muito preocupantes as imagens a que temos assistido em Kabul, no Afeganistão, onde as mulheres, crianças e muitas famílias correm risco de vida”, refere o presidente da câmara municipal.

Em ofício dirigido ao ministro da Administração Interna, Paulo Batista Santos recorda que a “Batalha teve a honra de acolher desde 2016 algumas famílias de refugiados oriundas do Iraque, sendo um processo de integração de sucesso e reconhecido Alto Comissariado das Nações Unidas para os Refugiados. “Naquela ocasião, como hoje, a nossa sociedade não pode ser indiferente na ajuda e acolhimento a quem foge das atrocidades da guerra e luta pela sua sobrevivência”, acrescenta.


NESTA SECÇÃO

Atingidas as 20 vítimas mortais relacionadas com a Covid-19

O número de pessoas falecidas no concelho da Batalha com Covid-19 aumentou para 20 no último...

Campa em pedra desparece do cemitério do Reguengo

O “desaparecimento” de uma campa em pedra do cemitério do Reguengo do Fetal, no dia 24 de ju...

Hugo Borges é o novo comandante dos bombeiros

O novo comandante dos Bombeiros Voluntários da Batalha, Hugo Borges, tomou posse no dia 20 d...