Comitiva alemã visitou grupo Erofio

Um grupo de responsáveis alemães visitou durante dois dias empresas do sector dos moldes da região, com o objetivo de ficar a conhecer melhor a indústria portuguesa e estabelecer contactos que podem “resultar na criação de sinergias e de negócios”.

A comitiva, constituída por 30 pessoas, entre representantes de empresas de moldes, fornecedores da indústria e jornalistas, visitou no dia 3 de maio mês o grupo Erofio, no concelho da Batalha, que possui uma unidade de moldes e outra de injeção de plásticos.

Na perspetiva do presidente do grupo Erofio, Manuel Novo, “as visitas como as destes industriais fazem todo o sentido”, porque “é bom conhecermos outras realidades, de modo a vermos em que ponto estamos e para onde queremos ir, o que é muito importante para o futuro do sector”.

O grupo tem 230 colaboradores, faturou 24 milhões de euros no ano passado, nas duas empresas, e “os primeiros quatro meses do ano correram bem”, de acordo com Manuel Novo.

“O ano de 2017 foi atípico - aumentámos o volume de faturação de 2016 em 24,8 por cento. Esse aumento devia verificar-se em dois anos. O ano de 2018 já foi um ano normal e o atual está a decorrer do mesmo modo”, adiantou.

Entre os principais países de destino dos produtos do grupo contam-se a Alemanha e, indiretamente, a República Checa e a Polónia, onde os seus clientes têm empresas, e a Suíça. O grupo está a preparar, para iniciar em breve, um investimento na área dos moldes, que implica a aquisição de equipamento e mais automação.


NESTA SECÇÃO

Plano prevê meio milhão de euros para ajudar a economia da Batalha

A Câmara da Batalha aprovou um plano financeiro, que envolve um investimento direto de meio ...

Empresários e profissionais de saúde pedem regresso à economia

Um conjunto de profissionais de saúde, empresários e gestores portugueses apela ao regresso ...

Almofadas da Bodarte divulgam figuras das artes e da cultura

O que têm em comum Fernando Pessoa, Amália e o Papa Francisco. A Bordarte, fundada em 1989 n...