Francisco Oliveira Simões

Historiador

Colóquio de Jovens Investigadores “O Património Cultural Europeu na Rede Cultura 2027”

O Congresso “O Futuro da Nossa Cidade”, que tem passado por várias localidades repletas de história e cultura, tem-nos dado a conhecer o património basilar que representa tão bem os 26 municípios da Rede Cultura 2027, no processo de candidatura de Leiria a Capital Europeia da Cultura 2027.

Foi neste âmbito que o grupo de trabalho dos Marcadores Históricos pensou organizar um colóquio, dirigido a todos os jovens investigadores, dedicado ao estudo da região e da sua ponte com a Europa.

A call for papers, que começou no dia 1 de setembro e se estenderá até 27 de setembro, visa descobrir comunicações relevantes de uma nova geração de académicos, para lhes dar voz e divulgar o muito que ainda temos para explorar neste território tão rico. Por isso, convidamos todos os interessados a enviarem uma proposta de comunicação.

Entre o nosso património cultural encontramos monumentos distinguidos como Património Mundial da UNESCO, como o Mosteiro da Batalha, mas também museus fundamentais para a aprendizagem do nosso passado coletivo, dos quais são exemplo o Museu da Comunidade Concelhia da Batalha e o Museu de Leiria, que receberá a sessão inaugural do colóquio, a 6 de outubro.

Também a natureza terá um foco especial, pois, nunca poderíamos esquecer a importância da floresta e da costa marítima na caracterização do nosso território. O Pinhal de Leiria teve um importante papel na construção naval, que nos lançaria mais tarde para os descobrimentos, possibilitando a chegada de novos produtos à Europa. Mas esta é apenas uma temática do que pode ser estudado.

O Colóquio conta com o apoio dos institutos politécnicos de Leiria e de Tomar, demonstrando a importância e rigor dos seus programas educativos, em áreas tão preponderantes para o estudo patrimonial como a arqueologia, a conservação e restauro, o turismo e a educação, a titulo de exemplo. Por isso mesmo, a segunda sessão terá lugar no Instituto Politécnico de Tomar, no dia 8 de outubro.

O fim deste evento de divulgação cientifica, que pretende espelhar o contributo das nossas raízes históricas e culturais na Europa do século XXI, acontecerá a 10 de outubro, no Mosteiro da Batalha, que para além de ser um símbolo nacional, é também um marco arquitetónico mundial. Convidamos todos a assistirem.

Podem consultar toda a informação em www.redecultura2027.pt/pt/agenda/call-for-papers--coloquio-de-jovens-investigadores.

 

 


NESTA SECÇÃO

As lendas e a verdade histórica

As lendas, não obstante serem frequentemente bem entretecidas, raramente correspondem a um f...

O trajo regional, valor distintivo do Povo Português

É preciso ter sempre em mente que o trajo regional é o trajo camponês e, na orla costeira, o...

Claustros dos reis João I e Afonso V recebem obras

A Direção-Geral do Património Cultural (DGPC) vai avançar com uma empreitada de conservação ...