Colher os legumes antes do calor intenso

O mês de Agosto é de abundância para os hortelãos: tudo está a crescer e a produzir, a maior parte com boas colheitas.

De ressalvar que os legumes da horta devem ser colhidos antes do sol intenso os atingir, para poderem manter-se frescos por mais tempo. Se os apanhar em pleno sol, pode reparar que ficam murchos com facilidade e podem até causar dores de barriga (no caso dos frutos que se comem em cru).

O verão tem andado um pouco estranho, ora com chuva, ora com sol, o que para a horta até é bom. Mas sendo época de calor, não esquecer que as sementeiras devem ser acompanhadas de regas constantes e regulares.

Prefiro as sementeiras aos transplantes, pois quando transplantamos as plantas sofrem com a mudança, devido aos rigores do tempo. Quando transplantar, faça-o sempre à tardinha, regando bem, para que a planta se “acomode” ao novo local durante a noite.

Por esta altura, a horta costuma apresentar uma infestante, que é a beldroega, com alto teor de ómega 3. É uma planta muito interessante em termos de nutrientes, para além disso faz efeito de cobertura de solo, pois quase não compete com as outras plantas.

Assim quando vir umas beldroegas a nascer, deixe-as progredir, colha as folhas e faça com elas uma bela sopa - a natureza é generosa e dá-nos muitos alimentos selvagens a que nem sempre sabemos dar o devido valor.

Agora consciente desse facto, use as beldroegas, que até se podem comer cruas (as folhas mais tenras). Cá em casa não apreciamos o sabor delas em cru, mas gostamos do sabor delas na sopa. E aprenda a dar valor ao que tem.

Ser feliz não é ter tudo, mas sim saber ser grato por tudo o que se tem.

Hortícolas para semear e/ou plantar ao ar livre: acelgas, alfaces, beringelas, beterrabas, beldroegas, cenouras, coentros, couves-repolho, couve-rábano, espinafres, feijões diversos, malaguetas, milho, nabos, pepinos, pimentos, physalis, salsa, tomates, rabanetes e rúcula.

Jardim, semear e/ou plantar: amores-perfeitos, asteres, goivos, margaridas e prímulas.

Se soubermos observar e aprender com a natureza, teremos muito a aprender.

Na horta podemos cultivar bons alimentos e bons sentimentos!

Boas colheitas.


NESTA SECÇÃO

Importação de bens de reduzido valor

Foi revogado o título III do Decreto-Lei n.º 31/89, de 25 de janeiro, pela alínea b) do arti...

Declaração automática de rendimentos

No passado dia 31 de março, o Governo emitiu um comunicado de imprensa, sobre a entrega e co...

Investir na educação e na saúde, porquê?

  Desde 2015 que no Município da Batalha e através da descentralização de competências do...