Célia Ferreira

AMHO A Minha Horta

Colheitas recompensam trabalho

O mês de julho pauta-se já por boas colheitas. Os tomates e pepinos, que sabem verdadeiramente bem, compensam em muito o esforço que se teve com as plantações. As colheitas da batata nos fazem sentir muito recompensados.

Para armazenar batata, prevenindo o aparecimento da lagarta, pode ser pulverizada com um produto que evita o aparecimento e é usado em agricultura biológica: o Bacillus truginensis, que pode ser adquirido em pó nas casas agrícolas.

Logo após a colheita, lavar as batatas com o pó, que deve ser diluído em água, deixá-las secar e armazenar - ficam protegidas o ano inteiro.

Mantendo o princípio da rotação de culturas, no local onde apanhamos as batatas, colocamos uma ligeira camada de estrume curtido e uma camada de palha e semeamos feijão para seco, que se manterá no terreno até a planta estar completamente seca. O estrume vai ajudar à manutenção dos nutrientes na terra e a palha a manter o solo mais húmido, minimizando o consumo de água. Abrimos pequenos buracos na cobertura da palha, onde deitamos o feijão.

Por aqui estamos a colocar as batatas-doces na terra, não devem ir para o mesmo local das outras, pois são da mesma família de produtos – tubérculos, e como tal retiram do solo o mesmo tipo de nutrientes, esgotando assim o solo.

Cá em casa, em março, coloquei num vaso grande algumas batatas da colheita anterior, ligeiramente cobertas de terra. Com o tempo foram crescendo rebentos, que se tiverem a base com terra, ganham raízes e são esses rebentos que se devem plantar, com o cuidado de ao enterrá-los deixar a ponta da haste ligeiramente inclinada para o lado e não para o fundo.

Já agora, a folha da batata-doce também é comestível, e costuma ser muito abundante.

Se capar os tomateiros, saiba que pode utilizar as hastes retiradas para fazer novas plantas, bastando para tal colocá-las com a base em água para criarem raízes. Pode também aproveitar essas hastes para fazer um preparado para alimentar os tomateiros que ficaram na terra.

Para tal, deve colocar as hastes totalmente cobertas de água e deixar a fermentar por 4-5 dias, depois desse tempo, a calda terá um odor desagradável, mas muito nutritivo para as plantas de tomateiro. É só adicionar no solo antes de regar e pode ainda pulverizar diluída e filtrada na proporção de 1/10 funciona como inseticida, evitando o aparecimento de alguns animais indesejados.

Se nos feijões começar a aparecer piolho, pode polvilhá-los com pimenta em pó, eles não gostam e desaparecerão; se for pouco deixe ficar pois os piolhos são o alimento das joaninhas. Uso os preparados só nos casos em que elas não aparecem. Para a formiga, pode colocar amido de milho no local onde passam, também controla o seu aparecimento.

Mas lembre-se que cada animal tem a sua função na natureza, por isso evite eliminar tudo o que mexe, pois pode provocar desequilíbrios no ecossistema.

Se soubermos observar e aprender com a natureza, teremos muito a aprender.

Hortícolas para Semear e/ou plantar ao ar livre: acelgas, agriões, alfaces, alho Francês, batata doce, beterrabas, beldroegas, broculos, cenouras, coentros, chicórias, couves-Flor, couves- repolho, couve-rábano, courgetes, endivias, espinafres, feijões diversos, malaguetas, milho, nabos, pepinos, pimentos, physalis, salsa, tomates, abanetes, rúcula.

Jardim, semear e/ou plantar: begónias, calêndulas, cravos túnicos, gipsofilas, goivos, miosótis, prímulas.

Na horta cultivamos alimentos e sentimentos!

Boas colheitas.


NESTA SECÇÃO

Serviço Nacional de Saúde

O SNS é sem margem para dúvidas o serviço mais importante e sensível que o nosso Estado, em ...

Mais segurança para as crianças da Batalha

De facto assim será bastando, para tanto, que a câmara cumpra a recomendação que o Partido S...

Agradecimento

Neste combate, neste privilégio, palco, ideometro, volto à falta de tópico. Nesta biblioteca...