Célia Ferreira

AMHO A Minha Horta

“Colheitas de ano bissexto, cabem todas num cesto”

Nestes meses que passam, e com o observar das culturas, lembro-me de um provérbio popular: “Colheitas de ano bissexto, cabem todas num cesto”, pois assim é para algumas culturas cá no nosso quintal e não só.

Mas como semeio e planto sempre a mais do que o que realmente necessito, ainda vai dando para o consumo. No entanto, é sempre um pouco desesperante quando investimos o nosso esforço e tempo, e depois o resultado é fraco - mas diz-nos a experiência que não se pode desistir, é o princípio de aprender a aceitar o que não podemos mudar.

Se é principiante nestas lides, dado o tempo adicional que teve no confinamento, e se sente desesperado, não desista – antes: insista e persista!

É esse o mote para a escrita de hoje: se quer fazer uma longa jornada, vá treinando diariamente com pequenas caminhadas. Tudo precisa de treino, o nosso corpo e o nosso cérebro, cada um pode ter a sua modalidade favorita (croché, música, costura, leitura, horta, escrita, culinária; para além dos desportos claro). Encontre-a e pratique regularmente.

Treinar diariamente é fundamental para a sensação de uma vida preenchida, e mais bem vivida.

Hortícolas para semear e/ou plantar ao ar livre: acelgas, alfaces, alho francês, brócolos, cebolas, cenouras, coentros, Couves várias, couve-rábano, espinafres, espargos, favas, mostardas, nabiças, nabos, rabanetes, rúcula, salsa.

Jardim, semear e/ou plantar: amores-perfeitos, margaridas, açucenas, cíclames, narcisos, crisântemos, jacintos e tulipas.

Na horta também se treina o corpo e a mente.

Boas colheitas!


NESTA SECÇÃO

O distanciamento físico

Quando, há anos, a comunidade científica anunciou um estudo, em que demonstrava que quem mai...

478 anos da morte do Infante João

O Infante D. João nasceu a 13 de janeiro de 1400, em Santarém, sendo o sétimo filho de D. Jo...

A democracia, a economia e os media

“Não devemos dar por adquiridos os valores que definem a nossa União, como liberdades, a dem...