José Travaços Santos

Baú da Memória

As chaminés redondas de São Mamede

Qual a sua origem? Em que altura apareceram na Vila de São Mamede e na sua freguesia?

Diz-me a distinta funcionária do Posto de Turismo da Batalha, Nélia Cristina Vieira Rodrigues, que talvez fosse o seu bisavô Manuel Rodrigues da Rosa, natural da Moita do Martinho, o primeiro a construí-las. Há quem me diga, também, que podem ter vindo do concelho de Ourém.

Curiosa é a sua semelhança com as chaminés algarvias que correspondem a outro tipo de lareiras, pois há, como não podia deixar de ser, relação entre o formato das chaminés e o tamanho das lareiras.

Nada encontro que me diga que as chaminés imigraram do Algarve, quatrocentos quilómetros a sul do Concelho da Batalha.

Em pelo menos uma fotografia do Mosteiro, surge-nos em frente uma casa com uma chaminé redonda. Sendo a fotografia dos finais do século dezanove é possível que fosse desse século e até poderia ser anterior, tendo em conta o aspecto do pequeno edifício.

Porém, não vejo nas muitas fotografias que espiolhei chaminés idênticas, pelo que o mistério persiste.

De qualquer maneira seria uma tarefa interessante tentar descobrir-se de e como surgiram estas chaminés.


NESTA SECÇÃO

Há mais vida para além do mosteiro…

Está adaptação da conhecida citação atribuída ao ex-presidente Jorge Sampaio – “há mais vida...

Transferência de competências do poder central para o local

Por princípio e por experiência, sou favorável a todas as diligências que permitam prestar s...

Sem medos

Caro/a (s) Munícipes da Batalha, permitam-me que comece este artigo citando aqui a grande mu...