Cerveja produzida por irmãos batalhenses chega a Espanha

A Cerveja Artesanal Batalhense Pipa está presente pela segunda vez consecutiva na Feira Internacional de Cerveja Artesanal de Trujillo, que termina este domingo, 4, e é considerada um dos melhores certames do género em Espanha.

Os irmãos Hugo e Gonçalo Casado, naturais da Batalha, lançaram a marca há quatro anos e apresentam quatro tipos de cerveja, três dos quais com nomes associados à história do concelho.

A “Santa Maria”, em homenagem ao mosteiro, é do estilo red lager (fermentada e armazenada em baixas temperaturas, de tonalidade avermelhada). A Nuno Alvares, em homenagem ao Condestável, é uma cerveja de trigo.

A “Boutaca”, que recorda o mestre empreiteiro do mosteiro e a ponte com o seu nome, é uma cerveja APA (usa lúpulo americano e apresenta uma coloração voltada para o âmbar e amargor acentuado) feita com cereal orgânico.

Por fim, a Dom João, uma cerveja do estilo doppelbock (uma versão mais forte da tradicional bock), homenageia a cidade de Trujillo, que está geminada com a Batalha.

“Somos cervejeiros nómadas. Não temos instalações próprias. Produzimos a nossa cerveja em três sítios diferentes, em cervejarias certificadas”, explica Gonçalo Casado, um dos responsáveis pela marca, detida pela “Hugo Casado Unipessoal, Lda”.

Há oito anos começaram a vender cerveja artesanal de outras marcas, em diversos eventos, como sejam feiras medievais, num stand facilmente reconhecível, já que se trata de uma réplica de uma pipa; daí o nome que quatro anos volvidos viriam a atribuir à sua própria marca.

“A ideia surgiu do gosto que temos por cerveja artesanal e da vontade para descobrir novos estilos de cerveja”, adianta Gonçalo Casado, explicando que a empresa conta com a colaboração de David Cadete na elaboração das receitas, “uma pessoa com bastante conhecimento no sector”

Embora reservando os valores do investimento e dos resultados obtidos nestes quatro anos, adianta que a Pipa “tem tido uma evolução grande, principalmente este ano”.

Para isso têm contribuído os certames em que participaram, nomeadamente em Lagoa, Castro Marim, Cascais ou Leiria. Em Espanha estão em Trujillo e marcaram presença em Sanlucar de Guadiana.

“Neste momento, o nosso principal objetivo é dar a conhecer o nosso produto e também, através dele, divulgar a Batalha um pouco mais”, conclui Gonçalo Casado, que, com o irmão, têm experiência na atividade comercial, na medida em que começaram por vender porco no espeto em feiras e mercados.


NESTA SECÇÃO

Orçamento pensado para atrair pessoas e empresas

A proposta de orçamento do Município da Batalha para o próximo ano prevê a execução no exerc...

Novo projeto apoia famílias de idosos do concelho

Um novo projeto profissional que pretende ajudar as famílias a cuidar dos idosos, designado ...

Rede Evolution abre centro na Batalha

A rede Evolution inaugurou na quinta-feira, 25, o seu “service center” na Batalha, que assin...