Caudal baixo pode pôr em causa equilíbrio ambiental do rio Lena

O caudal do rio Lena “está transformado num pequeno fio de água em várias zonas”, sendo “a seca e os açudes privados os principais motivos” deste cenário, que já motivou ações de emergência de reposição de água, “para evitar desastres ambientais”.

Em comunicado, datdo de 25 de agosto, o Município da Batalha, condidera que “além da seca, a retenção de águas açudes ilegais e o excesso de bombas de rega explicam a falta de água que está a colocar em risco o equilíbrio ambiental do rio e suscitou um pedido de intervenção urgente” à Agência Portuguesa do Ambiente (APA), entidade que fiscaliza e licencia a utilização de recursos hídricos.

“Esta ocorrência grave já determinou ações de reposição de água no leito do rio, a última das quais com a colaboração dos meios dos Bombeiros da Batalha, que durante várias horas estiveram a repor água para viabilizar o ecossistema local”, explica a autarquia.

O município “exige uma intervenção urgente por parte da APA, entidade do Ministério do Ambiente, no sentido de verificar os títulos de utilização emitidos para o rio Lena e deve determinar que os utilizadores se abstenham de prática de atos ou atividades que causem a degradação do estado das massas de águas e gerem outros impactes ambientais negativos”.

 


NESTA SECÇÃO

Município com “situação globalmente equilibrada”

A a última reunião do atual mandato 2017-2021 do executivo municipal aconteceu no dia 7 de o...

Equipas do concelho distinguidas na 'caça' às espécies exóticas invasoras

O Concelho da Batalha participou com três equipas na 4ª edição dos Desafios Invasoras.pt/Cor...

“Casa Vitral – Uma casa para todos” vence Orçamento Participativo

O projeto inclusivo “Casa Vitral – Uma casa para todos”, apresentado pelo Agrupamento de Esc...