Casos de obesidade infantil caem 7% nas escolas do concelho

O projeto de combate à obesidade infantil “Batalha Saudável”, que envolve mais de 750 alunos, implementado durante o último ano letivo nas escolas básicas e nos jardins de infância da rede pública do concelho, reduziu em 7% os casos de obesidade.

O iniciativa, que envolve uma nutricionista e procede ao levantamento e à classificação do estado nutricional dos alunos, “aposta na transmissão de conhecimentos sobre a importância de uma alimentação saudável e diversificada”, explicou, a 25 de setembro, em comunicado, a câmara municipal.

Os dados obtidos permitem concluir que, após a implementação do projeto, “verifica-se uma redução de 7% dos casos de obesidade no pré-escolar, aumentando o valor para 7,2% junto dos alunos do 1º CEB”.

A recolha de dados relativos à composição corporal dos alunos foi feita recorrendo à medição do peso, altura e cálculo do IMC (Índice de Massa Corporal), através das Curvas de Crescimento da Organização Mundial da Saúde.

A redução do número de casos em que o excesso de peso nas crianças é prevalecente, “justifica a continuidade deste projeto no presente ano-letivo, reforçando as ações de sensibilização junto dos alunos e dos encarregados de educação para as vantagens de uma alimentação saudável”, adianta a autarquia.

Para o presidente da câmara municipal, os dados “confirmam que a prevenção é mesmo a melhor resposta a este problema complexo que é a obesidade infantil”.

“Em boa hora a autarquia, em articulação com o agrupamento de escolas deu início a este projeto que tem merecido total abertura e disponibilidade na sua implementação junto da comunidade escolar”, adianta Paulo Batista Santos.

Segundo os dados oficiais, uma em cada três crianças portuguesas apresenta excesso de peso, uma tendência que para os especialistas em saúde pública vai intensificar-se nos próximos anos. Por esta razão, a Comissão Europeia aponta Portugal como um dos países europeus com maior número de crianças afetadas por esta epidemia.

Foto: Walter Siegmund/ Wikimedia Commons


NESTA SECÇÃO

Em tempo de Covid, “contar carneirinhos” não chega

Março é um mês de mudança, onde a primavera bate à porta e o sol começa, timidamente, a apar...

Reabriu a extensão de saúde do Reguengo do Fetal

A extensão de saúde do Reguengo do Fetal reabriu no dia 15 de março, após obras de conservaç...

Antibioterapia. Da farmacologia à terapêutica: o melhor uso possível

Conhecemos hoje, melhor do que nunca, a população microbiológica associada aos doentes com i...