Candidatos a deputados alertados para os perigos de novas pedreiras

O presidente da Câmara da Batalha alertou os cabeça de lista às próximas eleições legislativas, pelo círculo de Leiria, para “os riscos de novas pedreiras no Reguengo do Fetal”, em áreas “ambientalmente sensíveis e sítios de elevado interesse arqueológico, cultural e turístico”.

Numa carta enviada esta sexta-feira, 6, aos candidatos a deputados à Assembleia da República, Paulo Batista Santos demonstra “as preocupações locais relativas aos pedidos de novas explorações”, que nalguns casos colidem com a preservação das pedreiras históricas do Mosteiro da Batalha, classificadas de interesse municipal.

“Os candidatos a deputados por Leiria, todos sem exceção, têm nos seus programas objetivos de proteção ambiental e valorização do património, pelo que esta questão que nos mobiliza, estou certo, irá merecer um forte apoio político daqueles que desejam representar a nossa região”, afirma o autarca na exposição.

A propósito da consulta pública de avaliação de impacte ambiental da “Pedreira da Barrosinha” e outros pedidos de exploração, que “se encontram em fase final de licenciamento” pela Direção Geral de Energia e Geologia (DGEG), Paulo Batista Santos salienta que “tiveram a rejeição e parecer desfavorável por parte da Câmara da Batalha, por motivos de defesa ambiental e patrimonial”.

“Estes projetos conhecem igualmente uma forte oposição por parte da população local”, destaca o presidente do município, alertando também os candidatos a deputados para “o facto da zona em questão, junto ao traçado do IC 9/EN 356 (Batalha – Fátima), já se encontrar bastante fustigada com explorações de inertes, algumas das quais representam hoje um forte passivo ambiental, cuja recuperação tarda em conhecer uma solução por parte das entidades competentes e proprietários das explorações desativadas”.

A missiva foi dirigida aos seis cabeças de lista dos partidos com representação parlamentar na Assembleia da República, Margarida Lopes (PSD), Raul Castro (PS), Raquel Abecassis (CDS-PP), Ricardo Vicente (BE), Heloísa Apolónia (CDU) e Rui Prudêncio (PAN).

 

 


NESTA SECÇÃO

Pedreira da Barrosinha pode acabar em tribunal e com indemnizações

Há intervenções e decisões promovidas até agora por algumas entidades públicas e privadas no...

Ninguém quer a exploração de pedra na Barrosinha

A Assembleia de Freguesia do Reguengo do Fetal recusou por unanimidade a exploração da pedre...

PSD ganha no concelho mas perde votos

O PSD venceu as eleições legislativas na Batalha, disputadas no dia 6 deste mês, com 39,77% ...