Câmara cede antiga escola a associação

A câmara municipal anunciou no dia 25 de setembro que autorizou o início do processo para a cedência da Escola Primária António Cândido da Encarnação, em Vila Facaia, na Batalha, à Associação Casa do Mimo (ACM), que apoia a crianças com necessidades educativas especiais.

O processo, “iniciado a alguns meses, visa dotar o concelho da Batalha com um espaço dedicado a crianças com necessidades educativas especiais e que requerem cuidados adequados às suas diferenças”, refere a autarquia em comunicado.

A ACM tem como objetivo o apoio a crianças e jovens com necessidades educativas especiais, com diversas finalidades de solidariedade social, e deficiência e incapacidade, bem como a promoção da sua integração social e comunitária.

Segundo a câmara, “já desenvolve um relevante trabalho enquanto centro de atividades lúdico-pedagógicas para crianças e jovens com necessidades educativas especiais, com valências em domínios como o apoio ao estudo, fisioterapia, terapia da fala, educação especial, musicoterapia, psicomotricidade e terapia ocupacional”.

Quando passar a usufruir do novo espaço poderá alargar as suas atividades terapêuticas e ocupacionais e aumentar o número de alunos beneficiários do seu projeto.

A escola primária, com uma área total de 1.056 m2, incluído o espaço envolvente, serve atualmente de depósito de apoio ao museu municipal. “O depósito será mudado para outro espaço municipal, melhorando também as condições de acondicionamento, conservação e registo de algumas das peças afetas aquele espaço museológico”, explica o município.

Com esta cedência “cumpre-se mais um importante objetivo no apoio à inclusão social de crianças e jovens especiais e que por esta via irão dispor de um espaço amplo e melhorado para as suas atividades”, considera o presidente da câmara, Paulo Batista Santos.

“Trata-se de uma decisão que mereceu um amplo consenso na vereação e que reconhece o trabalho extraordinário da ACM no apoio e formação de crianças com necessidades educativas especiais”, acrescentou o autarca.

A reabilitação da Escola Primária António Cândido da Encarnação venceu o orçamento participativo do município em 2015, que atribui uma verba de 30 mil euros a um projeto apresentado pelos habitantes do concelho.

O edifício data do início do século XX e mantém ainda a traça original, com revestimento em cantaria e alvenaria em pedra calcária. 


NESTA SECÇÃO

Fornecimento das refeições escolares custa 450 mil euros

O Município da Batalha decidiu em setembro dar continuidade aos protocolos com as associaçõe...

Caudal baixo pode pôr em causa equilíbrio ambiental do rio Lena

O caudal do rio Lena “está transformado num pequeno fio de água em várias zonas”, sendo “a s...

Raul Castro conquista presidência da câmara com maioria absoluta

O Movimento Independente Batalha é de Todos, liderado por Raul Castro, venceu as eleições au...