Bombeiros e autarquias apoiados e bolsas de estudo aumentadas

A Câmara da Batalha decidiu na sua última reunião de 2020 decidiu, atribuir um apoio aos bombeiros voluntários, no montante de 30 mil euros, para financiar despesas de investimento e com materiais de proteção à Covid-19, realizadas durante o ano passado.

A autarquia da Batalha decidiu igualmente subscrever novos apoios financeiros às quatro freguesias do concelho, para intervenções ao nível da conservação de infraestruturas públicas e rede viária municipal, que representam uma opção de descentralização de algumas tarefas para àquelas autarquias de maior proximidade da população.

“A parceria com as freguesias e instituições do concelho é muito relevante na estratégia de coesão e desenvolvimento em rede que incrementámos no presente mandato, procurando antecipar um processo de descentralização com benefícios para as populações”, considera o presidente da autarquia, Paulo Batista Santos.

“Os mesmos argumentos que utilizamos junto do Governo para reclamar mais competências e mais meios para o Município, são aplicados na entrega de melhores condições financeiras para as freguesias”, adianta.

A renovação e atribuição de bolsas de estudo para apoio aos alunos a frequentar o ensino superior, tem “um reforço dos meios financeiros, atendendo ao aumento do número de candidaturas e à atual situação de pandemia, o que permite desde já afetar a este programa o valor inicial de 49.725 euros conforme proposta da Comissão de Análise das Candidaturas a Bolsas de Estudo”.

“No último dia do ano, cada uma das freguesias recebeu uma sessão de fogo-de-artifício, produzida pelas quatro empresas locais de pirotecnia e lançadas em locais de elevada visibilidade para que, o maior número de residentes, possam assistir das suas residências, no cumprimento das regras de confinamento previstas para o fim de ano”, explicou a autarquia.

“Esta iniciativa das empresas realizado em parceria com o município, representa um contributo para um sector muito afetado pela pandemia e a pela impossibilidade de realização das tradicionais festas populares”, adiantou Paulo Batista Santos.


NESTA SECÇÃO

Batalha/autárquicas: CDS recandidata Horácio Francisco

O CDS anunciou esta terça-feira, dia 30, que recandidata à Câmara da Batalha o vereador Horá...

Ano da Imprensa Regional: "Proximidade insubstituível e fundamental"

Será com “uma série de iniciativas” que irão decorrer ao longo dos próximos meses e até ao f...

Ensino à distância obrigou o município a investir 50 mil euros em tecnologia

A Câmara da Batalha começou na última semana de janeiro a fornecer diariamente mais de uma c...