Biblioteca aderiu à rede nacional

A Biblioteca Pública Municipal da Batalha aderiu à Rede Nacional de Bibliotecas Públicas (RNBP) no dia 16 de abril, data em que foi assinado o protocolo entre o município e a Direção-Geral do Livro, dos Arquivos e das Bibliotecas.

Com mais de 8.500 utilizadores registados, a biblioteca municipal, associada da rede da UNESCO, tem concretizado ao longo dos anos inúmeros projetos de fomento à leitura e das literacias, permitindo o acesso a múltiplos recursos (material livro e não livro), num total de mais de trinta mil registos.

Na cerimónia, o diretor-geral do Livro, dos Arquivos e das Bibliotecas, Silvestre Lacerda, “enalteceu o trabalho que a biblioteca da Batalha vem desenvolvendo na região em torno das competências e do trabalho associado às literacias, com grande envolvimento do público infantojuvenil”, segundo um comunicado da autarquia.

No próximo ano assinalará 30 anos de atividade, tendo sido criada formalmente, em 1989, com o apoio da Rede de Bibliotecas Fixas do SBAL (Serviço de Bibliotecas e Apoio à Leitura) da Fundação Calouste Gulbenkian.

A adesão à RNBP permite ao município aceder e usufruir dos recursos e dos diversos serviços disponibilizados pela diretor-geral do livro às bibliotecas, participar em iniciativas de caráter local, regional, nacional e internacional, bem como beneficiar de programas e integrar a lista sistematizada e atualizada das bibliotecas públicas.

 


NESTA SECÇÃO

Destino de alguns valores do Mosteiro de Santa Maria da Vitória

Universalidade de Portugal Não sei se Portugal pode cumprir outra missão, servir ou...

Exposição liga Batalha aos principados romenos

Está patente no mosteiro uma exposição intitulada “Os principados romenos no tempo da constr...

Infante D. Henrique, Imperador de novos mares e de novos céus

Infante D. Henrique   “Talant de bien faire”   Tive a vocação do bem.   ...