Biblioteca aderiu à rede nacional

A Biblioteca Pública Municipal da Batalha aderiu à Rede Nacional de Bibliotecas Públicas (RNBP) no dia 16 de abril, data em que foi assinado o protocolo entre o município e a Direção-Geral do Livro, dos Arquivos e das Bibliotecas.

Com mais de 8.500 utilizadores registados, a biblioteca municipal, associada da rede da UNESCO, tem concretizado ao longo dos anos inúmeros projetos de fomento à leitura e das literacias, permitindo o acesso a múltiplos recursos (material livro e não livro), num total de mais de trinta mil registos.

Na cerimónia, o diretor-geral do Livro, dos Arquivos e das Bibliotecas, Silvestre Lacerda, “enalteceu o trabalho que a biblioteca da Batalha vem desenvolvendo na região em torno das competências e do trabalho associado às literacias, com grande envolvimento do público infantojuvenil”, segundo um comunicado da autarquia.

No próximo ano assinalará 30 anos de atividade, tendo sido criada formalmente, em 1989, com o apoio da Rede de Bibliotecas Fixas do SBAL (Serviço de Bibliotecas e Apoio à Leitura) da Fundação Calouste Gulbenkian.

A adesão à RNBP permite ao município aceder e usufruir dos recursos e dos diversos serviços disponibilizados pela diretor-geral do livro às bibliotecas, participar em iniciativas de caráter local, regional, nacional e internacional, bem como beneficiar de programas e integrar a lista sistematizada e atualizada das bibliotecas públicas.

 


NESTA SECÇÃO

Afonso Domingues e Huguet e alguns dos seus enigmas (II)

Embora ainda não tendo sido descoberto documento que o confirme há a hipótese, aliás bem ali...

Peça a peça, o Museu Etnográfico da Alta Estremadura

Como disse no número anterior, o edifício do Museu foi sujeito a obras de restauro que, embo...

Segredos do mosteiro em 40 curiosidades

O livro “Mosteiro da Batalha – 40 curiosidades sobre o monumento”, da autoria de Rui Borges ...