Batalhenses podem votar projeto até 30 mil euros

Os batalhenses que pretendam participar no Orçamento Participativo têm até dia 11 de fevereiro para apresentar os seus projetos à câmara municipal.

A autarquia afetou 30 mil euros ao Orçamento Participativo para a execução do projeto mais votado pelos munícipes. No ano passado houve 14 projetos finalistas e foram apurados 825 votos.

As propostas são submetidas através de uma plataforma informática intuitiva que gere todo o processo, sendo apenas necessário aos utilizadores procederem ao registo inicial.

Através das edições anteriores foram executadas diversas ações e projetos, com destaque a requalificação da antiga Escola António Cândido da Encarnação, a pavimentação da Estrada Real D. Maria e, na última edição, a aquisição de vitrais para a Igreja de Nossa Senhora de Fátima, na freguesia de Golpilheira.

O Orçamento Participativo engloba seis fases, até abril, que compreendem a submissão de propostas, análise técnica e orçamental, e o período de reclamações. As respostas às reclamações antecedem o período de votação das propostas finalistas, de 16 de março e 16 de abril, terminando o processo com a divulgação dos projetos vencedores.


NESTA SECÇÃO

Turismo dá primeiros sinais de retoma

A Airbnb lançou no dia 11 de junho uma iniciativa para apoiar o crescimento económico local ...

Produção de coelhos escapa à pandemia

O estado de emergência decretado em março de 2020 determinou o encerramento de restaurantes ...

Plano prevê meio milhão de euros para ajudar a economia da Batalha

A Câmara da Batalha aprovou um plano financeiro, que envolve um investimento direto de meio ...