Batalhenses festejam diáspora em Paris

O 27º Jantar Anual de Confraternização da Diáspora Batalhense está marcado para este sábado, 17, em Champigny-sur-Marne, nos arredores de Paris, com a presença de duas centenas de emigrantes do concelho, residentes em França e noutros países europeus.

O convívio decorre no restaurante português Cumeada, nos Armazéns Cândido – Candieuropa, a partir das 19h30, cujo chefe de cozinha é Filipe Caseiro (sub-chefe do restaurante Vintage – Hotel Lis/Mestre Afonso Domingues, na Batalha) onde foi organizado o encontro do ano passado. Este ano, o espaço de Fernando Cândido inaugura, com a presença dos batalhenses, a sua nova sala, com capacidade para 800 pessoas.

A animação musical está a cargo do cantor Dany da Silva. Aos 12 anos já animava os bailes, aos 20 era vocalista em várias bandas portuguesas e em 2002 tornou-se oficialmente cantor, sucedendo-se depois os espetáculos e a edição de álbuns.

A comitiva batalhense que se desloca a França inclui, além dos presidentes do município e da assembleia municipal, Paulo Batista Santos e Júlio Órfão; outros membros da autarquia e 21 elementos da Turma de Teatro e Canto da Academia Sénior da Batalha, acompanhados por um professor.

O grupo desenvolveu um projeto de representação sobre a emigração portuguesa em França, no início da década de 1970, que será apresentado durante o convívio de batalhenses.

A peça, intitulada “O Salto”, aborda a vida de um português que, sem futuro no seu país, é obrigado a saltar a fronteira à procura de um novo rumo, acabando por fixar-se nos bidonvilles (bairros de lata) localizados nos subúrbios da região de Paris.

A turma terá oportunidade de visitar os locais mais simbólicos da diáspora portuguesa na região de Paris. O multiculturalismo e a emigração são o mote para a viagem, que inclui uma visita ao Museu da História da Emigração, homenageando comendador Batista de Matos, natural do Concelho da Batalha, retratado no espaço museológico.


NESTA SECÇÃO

Falta de segurança encerra pavilhão da Golpilheira

O Pavilhão Municipal da Golpilheira está encerrado e sem utilização desde meados de janeiro,...

A revolução editorial - entrevista com Hugo Xavier

No ano de 2015 presenciámos uma mudança no paradigma editorial português, com o aparecimento...

Parque de eventos garante prémio nacional à autarquia

O Parque de Eventos Santa Maria da Vitória foi considerado o melhor projeto apresentado na c...