Batalha sente sismo com intensidade máxima

Um sismo com a magnitude 3,7 na escala de Richter, com epicentro em Porto de Mós, foi sentido esta quarta-feira pelas 23h22 no concelho da Batalha, sem provocar danos materiais ou pessoais conhecidos, segundo o Instituto Português do Mar e da Atmosfera (IPMA).

O tremor de terra foi sentido com intensidade máxima IV (escala de Mercalli modificada) na região da Batalha.

Os testemunhos recolhidos pelo Jornal da Batalha referem que o sismo também foi "muito sentido" na zona de Leiria, Fátima, São Pedro de Moel, Marinha Grande, Alcobaça, Caldas da Rainha, São Martinho do Porto e Tomar.

O epicentro foi registado a noroeste de Porto de Mós (na zona da Cruz da Légua, latitude: 39.599 longitude: -8.882 ) a uma profundidade de 20 quilómetros. O abalo foi sentido por muitas pessoas que vivem na região, segundo as quais durou mais de cinco segundos e foi sentido com grande intensidade - o mobiliário das casas e outros objetos abanaram.

Os bombeiros de Porto de Mós receberam 70 chamadas telefónicas de pessoas assustadas, mas não foi feito qualquer pedido de auxilio. O comando distrital da PSP de Leiria não assinalou qualquer ocorrência e a Proteção Civil não registou danos pessoais ou materiais. Pela 1h36 desta quinta-feira, 02, leitores do nosso jornal afirmaram ter sentido uma réplica do sismo, mas de pouca intensidade, um fenómeno que é natural nestas circunstâncias.

Pouco depois, o IPMA confirmou o registo nas estações da Rede Sísmica do Continente de um sismo de magnitude 2.6 (Richter), réplica do ocorrido às 23h22, e cujo epicentro também se localizou próximo de Porto de Mós. Este sismo também não causou danos pessoais ou materiais e foi sentido com intensidade máxima III (escala de Mercalli modificada) na região da Batalha. A escala de Richter refere-se à magnitude de um sismo e está compreendida entre 1 e 9 graus. É uma forma precisa para medir a intensidade de um terramoto e indica o máximo de energia libertada.

A escala de Mercalli modificada descreve os danos causados por um sismo, com graus entre 1 e 12. No caso do sismo com epicentro em Porto de Mós, foi classificado como de grau IV e a réplica de grau III.

 

Ou seja, segundo o IPMA: IV – Moderado: Os objetos suspensos baloiçam. A vibração é semelhante à provocada pela passagem de veículos pesados ou à sensação de pancada duma bola pesada nas paredes. Carros estacionados balançam. Janelas, portas e loiças tremem. Os vidros e loiças chocam ou tilintam. Na parte superior deste grau as paredes e as estruturas de madeira rangem. III – Fraco: sentido dentro de casa. Os objetos pendentes baloiçam. A vibração é semelhante à provocada pela passagem de veículos pesados. É possível estimar a duração, mas não pode ser reconhecido com um sismo.


NESTA SECÇÃO

Festas da Batalha atraíram 60 mil pessoas

As Festas da Batalha, que terminaram este domingo, 18, “terão atraído à vila mais de 60 mil ...

Batalha distingue cidadãos exemplares com medalhas de mérito

A autarquia da Batalha homenageou com medalhas de mérito, na sessão solene do Dia do Municíp...

28º Jantar da diáspora batalhense marcado para 16 de novembro

No 28º Jantar Anual de Confraternização da Diáspora Batalhense está marcado para o dia 16 de...