Batalha quer ser maravilha com gastronomia acessível

A proposta da Batalha às “7 Maravilhas à Mesa” é uma das 49 pré-finalistas do concurso, que registou 182 candidaturas na primeira fase.

A candidatura submetida pela câmara municipal, intitulada “Experiência única”, assenta numa “parceria que envolve restaurantes, unidades hoteleiras e produtores locais, consistindo na criação um roteiro gastronómico acessível, que junta gastronomia de excelência e espaços culturais inclusivos”, explica a autarquia em comunicado.

O objetivo “é proporcionar a todos os cidadãos, independentemente das limitações que apresentem, uma experiência sensorial única através da degustação de pratos de elevada qualidade, de onde constam o leitão e o bacalhau, mas oferecendo também os vinhos da Adega Cooperativa da Batalha e o Azeite da Pia do Urso”, adianta.

A passagem à segunda fase do concurso “evidencia a qualidade da candidatura que aposta na acessibilidade e na gastronomia de referência como os seus principais argumentos”, considera o presidente da câmara.

“É um projeto que recolhe contributos e participações de entidades privadas, que representam os produtos de excelência como o vinho e o azeite que temos para oferecer e que detêm grande notoriedade, quer no nosso país, quer no estrangeiro”, conclui Paulo Batista Santos.


NESTA SECÇÃO

D. Pedro, o Infante das Sete Partidas

Nascido a 9 dezembro de 1392, em Lisboa, D. Pedro é conhecido pelos historiadores como um il...

Antecipado pagamento das bolsas aos estudantes

A câmara municipal procedeu à liquidação antecipada de 33 mil euros correspondentes a bolsas...

116 mil euros para turismo da natureza

O município da Batalha anunciou a aprovação de uma candidatura a fundos comunitários relativ...