Batalha quer ser maravilha com gastronomia acessível

A proposta da Batalha às “7 Maravilhas à Mesa” é uma das 49 pré-finalistas do concurso, que registou 182 candidaturas na primeira fase.

A candidatura submetida pela câmara municipal, intitulada “Experiência única”, assenta numa “parceria que envolve restaurantes, unidades hoteleiras e produtores locais, consistindo na criação um roteiro gastronómico acessível, que junta gastronomia de excelência e espaços culturais inclusivos”, explica a autarquia em comunicado.

O objetivo “é proporcionar a todos os cidadãos, independentemente das limitações que apresentem, uma experiência sensorial única através da degustação de pratos de elevada qualidade, de onde constam o leitão e o bacalhau, mas oferecendo também os vinhos da Adega Cooperativa da Batalha e o Azeite da Pia do Urso”, adianta.

A passagem à segunda fase do concurso “evidencia a qualidade da candidatura que aposta na acessibilidade e na gastronomia de referência como os seus principais argumentos”, considera o presidente da câmara.

“É um projeto que recolhe contributos e participações de entidades privadas, que representam os produtos de excelência como o vinho e o azeite que temos para oferecer e que detêm grande notoriedade, quer no nosso país, quer no estrangeiro”, conclui Paulo Batista Santos.


NESTA SECÇÃO

Refeições dos alunos viram “caos insuportável”

O Ministério da Educação prometeu intervir no caso das refeições servidas na Escola Básica e...

Casal de burlões da Batalha acusado de 50 crimes

Um casal residente na Batalha foi acusado pelo Ministério Público (MP) de Leiria da prática ...

Parlamento analisa estudo sobre redução do ruído

O estudo do Laboratório de Ruído e Vibrações que confirma a evolução positiva dos níveis do ...