Batalha presta homenagem a Armindo Jordão

O falecimento do empresário, fundador e ex-presidente da Associação Humanitária dos Bombeiros Voluntários da Batalha, Armindo Vieira Jordão, mereceu mensagens de pesar de inúmeras pessoas e de diferentes entidades, como sejam a câmara municipal, os bombeiros e a misericórdia da Batalha.

O presidente da Câmara da Batalha destaca que o falecido se “distinguiu por uma vida multifacetada de dedicação aos outros, tendo sempre presente uma grande proximidade à Batalha, ao associativismo e aos 'seus' bombeiros”.

O empresário, que faleceu na quinta-feira, 28, aos 78 anos, “ficará para a história da vila e do concelho como um homem bom e ilustre que honrou a história dos bombeiros e que foi um exemplo de dedicação ao serviço público”, refere o presidente do município, Paulo Batista Santos.

Numa nota subscrita pelo autarca, Armindo Vieira Jordão é descrito como um “homem do povo, que viveu a preocupação constante de melhoria das condições da vida dos batalhenses, sendo por estes reconhecido como um homem generoso que partilhava com afeto as dificuldades, as dores e os sucessos de todos aqueles com que se cruzava”.

Para Paulo Batista Santos, o empresário, natural da Rebolaria, casado e com quatro filhos, “deixou-nos com a sensação de ter cumprido o seu dever, ficou a vila e o concelho devedores à sua memória de homem, de empresário e sobretudo do amigo”.

A Santa Casa da Misericórdia da Batalha também expressou “profundo voto de pesar pelo falecimento” de Armindo Vieira Jordão, membro dos seus órgãos sociais durante muitos anos e que “deu um contributo decisivo para o arranque das valências sociais de Apoio domiciliário e centro de dia”.

“O projeto social da misericórdia iniciou-se com o seu forte apoio e decisão determinada. Homem de coração generoso que sempre trabalhou em prol dos outros, ao serviço de algumas associações do nosso concelho”, refere a Misericórdia da Batalha, que “com este gesto singelo de homenagem retribui com gratidão tudo aquilo que fez por ela e pela nossa comunidade”.

"Foi um cidadão exemplar, sócio fundador e presidente da direção desta associação durante 12 anos. Pessoa afável, atenta e com um caráter alicerçado mais sãos valores morais, dedicou uma parte significativa da sua vida aos bombeiros da Batalha. Homem integro, foi grande porque soube ser humilde”, pode ler-se no voto de pesar da Associação Humanitária dos Bombeiros Voluntários da Batalha.

Para a associação, Armindo Vieira Jordão, cujo funeral se realizou no sábado, 30, na Batalha, “desenvolveu um trabalho exemplar em prol dos interesses dos bombeiros da Batalha”, que “muito ficam a dever-lhe. Com a sua dedicação, empenho e perseverança pôs o interesses dos bombeiros em primeiro lugar prejudicando a sua vida particular. Os bombeiros colocaram a Bandeira Nacional a meia haste.

O Centro Recreativo da Rebolaria (CRR) também manifestou o seu pesar pelo falecimento de Armindo Vieira Jordão, sócio fundador (na foto) e ex-presidente da direção da associação.

“Pessoa humilde e muito afável a quem devemos o agradecimento por todo o esforço e dedicação em prol da nossa terra, deste clube e do associativismo em geral”, refere o CRR.

“O nosso farol, o nosso fundador, o nosso pai, partiu. Esta empresa [AJ&Filhos] foi erguida com o seu suor, com as suas lágrimas e com os seus valores. Armindo Vieira Jordão é o seu nome e vai continuar sempre presente. Obrigado por nos indicares o caminho”, escreveram os seus filhos, Rui, Ângela, José e Sandra, no site da empresa.

Armindo Vieira Jordão participou ainda ativamente em diversas outras associações, como sejam a Associação de Melhoramentos da Freguesia da Batalha ou o Rancho Folclórico Rosas do Lena.


NESTA SECÇÃO

Orçamento participativo com 12 propostas em votação

A câmara municipal revelou esta quinta-feira, 21, que o Orçamento Participativo da Batalha c...

“Joia da Batalha” quer ser uma das “7 Maravilhas”

O Mosteiro do Leitão candidatou ao concurso “7 Maravilhas Doces de Portugal” um doce que bat...

Projetos do concelho no prémio “Ciência na Escola”

Três projetos de alunos do Concelho da Batalha passaram à fase de desenvolvimento da 16ª edi...