José Travaços santos

Baú da Memória

A Batalha antes do Plano de Urbanização

A fotografia, possivelmente dos anos 50, mostra-nos a Pensão Central, de Romana dos Santos, um edifício bem representativo da arquitectura regional, que se situava no pequeno largo que ligava o de D. João I, pela rua do Comércio, artéria pequeníssima, à praça de Mouzinho de Albuquerque. Nesta praça, ao fundo, uma outra casa antiga onde funcionou a “Loja dos Rapazes”, que suponho era de António Moniz Ramos e de António Ramos de Oliveira, e mais tarde foi o estabelecimento (Cerieiros) da família Patrocínio. No 1º andar esteve instalada a Tipografia Vale que imprimiu o 4º jornal batalhense (O Defensor Batalhense) fundado por António do Rosário Matias com o apoio de António do Vale. Um pouco mais atrás o edifício que pertenceu a D. Joana Charters Crespo (irmã da D. Júlia Crespo), Baronesa do Vale da Mata, depois adquirido pela família Varino. No 1º andar residiu e teve consultório o saudoso médico Dr. Armindo Arede de Carvalho.


NESTA SECÇÃO

478 anos da morte do Infante João

O Infante D. João nasceu a 13 de janeiro de 1400, em Santarém, sendo o sétimo filho de D. Jo...

“Colheitas de ano bissexto, cabem todas num cesto”

Nestes meses que passam, e com o observar das culturas, lembro-me de um provérbio popular: “...

A musa inspiradora

No início dos tempos vários foram os astros brilhantes que inspiraram escribas, trovadores e...