Batalha ajuda a descobrir os “Polinizadores de Portugal"

O Grupo Aves da Batalha participa no projeto "Polinizadores de Portugal" [https://bit.ly/2ApUFhq], organizado pelo Centro de Investigação em Biodiversidade e Recursos Genéticos da Universidade do Porto (CIBIO) e pelo Parque Biológico de Gaia, que pretende mobilizar os cidadãos para o registo de polinizadores.

Este “projeto nacional de ciências cidadania” assinala dois dias internacionais de especial importância biológica, o Dia Mundial das Abelhas (20 maio) e o Dia Internacional da Diversidade Biológica (22 maio) e é baseado na plataforma BioDiversity4All, o nó de Portugal da rede iNaturalist.

A primeira campanha começa sábado, dia 16, prolonga-se até dia 24 de maio e, segundo a organização, “os dados obtidos constituem uma importante contribuição para o conhecimento e estudo da entomofauna de Portugal e uma preciosa ferramenta auxiliar na elaboração da primeira lista vermelha dos invertebrados de Portugal”.

O projeto, aberto à participação individual dos cidadãos, envolve também instituições como museus, institutos académicos, ONG, municípios, e o InBIO - Rede de Pesquisa em Biodiversidade e Biologia Evolutiva, Laboratório Associado, de que o CIBIO faz parte.

A ideia é registar a presença de espécies de polinizadores encontrados em flagrante nas flores dos vasos das varandas, jardins e quintais das casas e área envolvente. Qualquer pessoa pode, com recurso a uma máquina fotográfica ou telemóvel, registar os polinizadores nas flores existentes nos mais variados locais.

Como funciona?

Cada participante poderá fazer registos fotográficos de invertebrados encontrados na sua varanda, jardim ou quintal, focando a sua procura especificamente em animais que estejam em flores. Seguidamente, terá que fazer o upload das imagens no site BioDiversity4All, identificando o animal até ao nível taxonómico que for capaz. A comunidade de utilizadores do site iNaturalist validará esta informação e tentará ajudar na identificação das espécies fotografadas.

Porquê reunir informação sobre os “Polinizadores de Portugal”?

O conhecimento sobre estes animais em Portugal é ainda reduzido, existindo áreas geográficas com um número muito reduzido de registos. Mesmo nos casos de espécies consideradas comuns e amplamente distribuídas, os dados existentes não refletem, muitas vezes, essa distribuição generalizada.

O presente projeto visa, assim, contribuir para um aumento do conhecimento sobre a diversidade e distribuição dos polinizadores em Portugal e sensibilizar público em geral para a importância deste grupo de animais.

Foto: Daria Głodowska/Pixabay

 


NESTA SECÇÃO

Município oferece testes de imunidade à Covid-19

A Câmara da Batalha decidiu implementar um “plano faseado e gradual de prevenção e de dispon...

Elegia romântica das ilusões roubadas

Tropeçava no meu ego desalentado, numa demanda lapidar pela paixão que me abandonara naquele...

Poluição suinícola da região chega à ONU

A Juventude Social Democrata do Distrito de Leiria (JSD Leiria) “tomou a ousadia de escrever...