Barreiras de proteção do mosteiro estão quase prontas

O trabalho de instalação de barreiras a dividir o IC2 do Mosteiro da Batalha, para proteger o monumento dos efeitos do ruído e outras fontes poluidoras, está quase concluído.

Até maio toda a intervenção, que compreende ainda arborização e acessos pedonais, deverá ficar concluída. No início do mês de junho deverá receber a visita de uma comissão, no âmbito das comemorações do Ano Europeu do Património Cultural.

Um estudo de ruído realizado pela autarquia em 2014, evidenciava leituras no mosteiro que ultrapassavam os limites legais de ruído e que chegavam a ultrapassar os 70 decibéis.


NESTA SECÇÃO

Criada Comissão de Defesa do Reguengo contra novas pedreiras

A Comissão Especial de Defesa do Reguengo do Fetal (CEDRF), criada na sequência de uma assem...

Candidatos a deputados alertados para os perigos de novas pedreiras

O presidente da Câmara da Batalha alertou os cabeça de lista às próximas eleições legislativ...

Nova pedreira na freguesia do Reguengo quase aprovada

A Câmara da Batalha revelou que a Direção Geral de Energia e Geologia (DGEG) manifestou a in...