Banda ligada à Batalha candidata a três prémios

A banda canadiana Social Hysteria, dos irmãos George e Alexandre Lopes, cujos pais são do concelho da Batalha e que viveram na Torre, Reguengo do Fetal, foi nomeada para três categorias dos International Portuguese Music Awards (IPMA), promovidos em Massachusetts, nos Estados Unidos.

Os portugueses estão nomeados para as categorias Best Rock Performance, Song of the Year e People's Choice Award. Neste caso, o público pode votar aqui, selecionando o nome da banda e clicando em "vote".

Os admiradores dos Social Hysteria podem votar mais do que uma vez, embora com intervalos mínimos de seis horas, até dia 8 de abril. Os autores mais votados passam a integrar a lista oficial de nomeados para os prémios IPMA, cujos vencedores são conhecidos a 21 de abril, durante um espetáculo.

No espetáculo atuam os Xutos e Pontapés, que recebem o prémio Life Achievement Award. Também atuam, entre outros, Miguel Ângelo (ex-Delfins) e Carlão (ex-DaWeasel).

Os irmãos viveram na Torre – a mãe é desta localidade e o pai da Quinta do Sobrado -, mas agora residem no Canadá, onde lideram a banda, que lançou o álbum de estreia em 2015.

George, de 37 anos, e Alexandre Lopes, de 28, nasceram no Canadá, mas mudaram-se para a Torre quando George tinha oito anos e o irmão apenas meses de vida. E viveram no concelho da Batalha até Alexandre fazer 15 anos e o irmão 23, regressando ambos então ao norte da América.

A primeira vez que George subiu a um palco foi na Batalha. Tinha 15 anos e acompanhou a mãe, Teresa Lopes, fadista.

O primeiro concerto de Alexandre aconteceu no bar Sneaky Dee's, em Toronto, tinha 19 anos. Atuou com o irmão – foram os primeiros acordes da futura banda de ambos.


NESTA SECÇÃO

1º Festival de Teatro Infantil da Batalha tem mosteiro como palco

A APDRB - Centro Infantil Moinho de Vento promove no Mosteiro da Batalha e via online, entre...

Alberto Sardinha, uma das maiores figuras da cultura em Portugal

Círio   Caminho a descontar pecados em cada passo, em busca do santo da minh...

Nos 521 anos da Vila e do Município da Batalha

  A Pomba (Sobre o poema “o Arco” do poeta hispano-árabe de Múrcia Al-Buqayra, do sécu...