Aves da Batalha foi ao Picoto falar sobre corujas e mochos

O grupo Aves da Batalha organizou a 12 de outubro o “Dia da coruja-das-torres” em Picoto, na freguesia da Golpilheira - a segunda localidade do concelho a receber uma caixa de ninho para aquela espécie de ave.

A atividade contou com a participação dos alunos, pais e professores da escola da Golpilheira, e ainda alguns moradores locais. Para além de terem assistido e ajudado à instalação da caixa de ninho, ficaram a conhecer a importância desta coruja para o equilíbrio dos ecossistemas, quais as ameaças que tem vindo a enfrentar nas últimas décadas e ainda as razões que levaram o Aves da Batalha a iniciar o projeto em desenvolvimento no concelho.

Para além da instalação da caixa de ninho, foi desenvolvido um conjunto de atividades de educação e sensibilização direcionadas principalmente aos mais pequenos. As corujas e mochos de Portugal foi o grande tema destas atividades, que incluíram o conhecimento das espécies de rapina noturnas (através de imagens e sons), a importância do estudo das egagrópilas e ainda o uso de câmaras de fotoarmadilhagem para o estudo da biologia deste grupo de aves. Neste caso, o grupo falou sobre a monitorização que fez de um casal de corujas no concelho.

Esta iniciativa contou com a participação de 80 pessoas, entre comunidade escolar, populares e a colaboraçãoda Junta de Freguesia da Golpilheira.

“Foi uma tarde muito bem passada e em excelente companhia, com um grupo de jovens e adultos muito interessados em aprender e com uma enorme vontade de lutar por um ambiente melhor, mais saudável e sustentável. Afinal de contas, para proteger é preciso conhecer. E esta foi mais uma excelente oportunidade para os batalhenses ficarem a conhecer o património natural do concelho e o mundo das aves de rapina noturnas”, explica João Tomás, um dos elementos do Aves da Batalha.

João Tomás aproveitou também para” deixar um agradecimento especial ao proprietário do terreno, que se mostrou desde o início muito interessado em apoiar o projeto, e a todos os participantes por terem tornado a atividade tão enriquecedora e inesquecível”.

 


NESTA SECÇÃO

"Elsa" derruba árvores no Concelho da Batalha

A passagem da tempestade “Elsa” pelo Concelho da Batalha está na origem de 11 ocorrências at...

Pedreira da Barrosinha pode acabar em tribunal

Há intervenções e decisões promovidas até agora por algumas entidades públicas e privadas no...

Roubaram 4.650 euros do multibanco da Golpilheira

Há três anos (12 de outubro de 2016) foi assaltada a caixa Multibanco instalada na fachada d...