“Autarquia apresenta boa situação económica”

A Câmara da Batalha terminou o ano passado com meios libertos líquidos (resultados líquidos + amortizações + provisões) de 2,3 milhões de euros, “um forte crescimento” na execução orçamental das Grandes Opções do Plano (GOP) de 13,1 milhões e uma redução da dívida total em 508 mil euros, afirma a autarquia em comunicado.

A dívida total fixou-se agora em dois milhões de euros, inferior em 19,7% comparativamente a 2014 (2,6 milhões), o que representa ”apenas 14,9% do valor máximo permitido para o ano passado”, adianta o documento divulgado na sequência da aprovação, no dia 9 deste mês, do relatório e contas da autarquia.

Para o presidente da câmara municipal, Paulo Batista Santos, “o ano de 2017 confirmou a trajetória de crescimento do investimento municipal em áreas estratégicas para o desenvolvimento local, sem perder de vista o objetivo do equilíbrio das contas municipais”.

A autarquia apresenta “uma boa situação económica e financeira – por exemplo, o cash-flow patrimonial (2,3 milhões de euros) é superior ao total das dívidas a terceiros, que totalizam 2,2 milhões)”.

O comunicado adianta que também ao nível da liquidez o município apresenta valores “bastante significativos” – o saldo final dos depósitos em instituições financeiras atingiu 2,9 milhões de euros, “superior ao valor de todas as dívidas”.

“Estes bons resultados revelam que os níveis de execução financeira e operacional são fruto da aplicação de políticas sérias, com um nível de investimento consistente, de grande exigência e rigor e tem sido o pilar fundamental do desenvolvimento integrado e sobretudo sustentável do município, sem comprometer as aspirações das gerações vindouras”, adianta Paulo Batista Santos.

Em termos do património municipal verificou-se um aumento líquido de 4,1 milhões de euros. Como principais investimentos realizados (sem os saldos iniciais transitados de 2016), encontram-se o Centro Escolar do Reguengo do Fetal (744 mil euros), a requalificação da Escola Sede do Agrupamento escolar da Batalha (827 mil euros) e a adaptação do edifício municipal para a Loja do Cidadão (418 mil euros).

Os meios libertos líquidos do município serão aplicados no financiamento de projetos aprovados e cofinanciados por fundos europeus no âmbito do Portugal 2020.


NESTA SECÇÃO

Concelho representado no salão imobiliário de Paris

A Câmara Batalha, enquadrada na participação da Comunidade Intermunicipal da Região de Leiri...

Crédito Agrícola da Batalha entrega prémios a seis PME

A Caixa de Crédito Agrícola Mútuo da Batalha (CCAMB) promoveu no dia 28 de junho uma cerimón...

Concelho lidera crescimento de empresas de excelência

O Concelho da Batalha regista o maior crescimento percentual de empresas distinguidas com o ...