Associações recebem 260 mil euros para investimentos

A Câmara da Batalha aprovou a atribuição de 260.450 euros às associações concelhias, no decurso da submissão das candidaturas à primeira fase do Programa de Apoio ao Associativismo.

O valor, que representa um aumento de 2,5% face ao ano transato, integra a concretização de projetos ligados às tipologias do investimento, atividades regulares e o desporto, com nota de destaque para o envolvimento, só nas camadas jovens, de 750 atletas em modalidades federadas.

A atribuição destes apoios, depois de análise efetuada aos projetos candidatados, resulta das candidaturas submetidas pelo movimento associativo à primeira fase do Programa de Apoio ao Associativismo.

“Em cinco anos, o Município da Batalha já atribuiu, na globalidade dos apoios concedidos às associações, mais de 1,6 milhões de euros, valor bastante significativo e que evidencia o papel que atribuímos ao movimento associativo do concelho”, destaca o presidente da câmara municipal.

“Para além dos projetos de âmbito cultural e recreativo que têm merecido forte apoio do município, a componente do desporto - em que se destaca o forte crescimento do número de atletas nos escalões de formação – merece uma nota de destaque”, adianta Paulo Batista Santos.

Com o intuito de assinalar o papel de grande importância no desenvolvimento concelhio, decorreu no dia 15 deste mês, no pavilhão da Associação Recreativa e Cultural de Alcaidaria, na freguesia do Reguengo do Fetal, a Festa do Associativismo do Concelho da Batalha.

A iniciativa, para além de contemplar a outorga dos protocolos de apoio às associações, contou com um espetáculo de magia por Mário Daniel, autor do programa televisivo da SIC “Minutos Mágicos”.

 


NESTA SECÇÃO

Covid-19: Número de vítimas mortais sobe para oito na Batalha

O número de pessoas falecidas no concelho da Batalha com Covid-19 aumentou para oito nas últ...

Marcelo: “houve uma recuperação pequena no turismo"

O Presidente da República, Marcelo Rebelo de Sousa, encontrou-se no dia 13 de novembro com e...

Acabar com pontos negros custa 50 mil euros na primeira fase

A Câmara da Batalha lançou em outubro um plano de segurança rodoviária para definir quais sã...