Horácio Moita Francisco

Candidato CDS - Batalha no Coração

Apoiar os mais carenciados, fidelizar os Jovens às suas raízes

 

1) Desenvolver o concelho – atrair empresas, baixar a derrama, rever o IRS e criar emprego;

2) Cumprir as responsabilidades da câmara relativamente às transferências de competência, aumentar as bolsas de estudos;

3) Criar condições competitivas para a fixação de profissionais de saúde no concelho;

4) Facilitar e criar condições atrativas de acesso à habitação, a todas as camadas sociais, apoiar os mais carenciados nas diversas freguesias, de forma a fidelizar os Jovens às suas raízes, pois só com este tipo de medidas, evitarmos a desertificação dos diversos lugares, apoio às famílias numerosas, apoiar a 3ª idade;

5) Descentralizar competências administrativas para as juntas de freguesia, Batalha, Golpilheira, Reguengo do Fetal e São Mamede, assim como, a criação das lojas/Espaço Cidadão do munícipe, nas mesmas;

6) Rever e criar planos de pormenor na sede do concelho e em todas as freguesias, no sentido de se concretizar, projectos arquitectónicos e paisagístico de grande qualidade e relevo, de forma corrigir os erros grosseiros do PDM. Só assim poderemos inverter a perda da população jovem, que as freguesias da Golpilheira, Reguengo do Fetal e São Mamede, demonstraram nestes últimos Censos de 2021. Rever o IMI;

7) Resolver os problemas de saneamento básico e vias de comunicação, ainda persistentes no concelho, e apostar numa política de ambiente que valorize e potencie através da sua recuperação do património paisagístico e natural em todo o concelho;

8) Apostar na valorização do património histórico, educacional, cultural, histórico, empresarial , nomeadamente através da implementação de um espaço Museológico, no lugar deste de encontrar espalho por vários locais;

9) Junto do Ministério da Cultura e o IGESPAR, avançar para a descentralização de poderes, quanto ao nosso mosteiro, Património da Humanidade, na divulgação turística de todo o concelho, e apoiar a valorização/animação. Estarmos atentos em matéria de legalização de apostas pelo governo, com o objectivo de candidatarmos o concelho à construção de um hipódromo;

10) Lançar circuitos turísticos centrados nos monumentos, museus, Fundação Batalha de Aljubarrota, grutas, quintas e serras de forma a captar o turismo residente. A tendência de quem tem governado a autarquia nestes últimos 20 anos, tem sido a de resolver problemas estéticos e não resolver problemas estruturais. O que nos tem levado a não termos na Batalha, uma política estratégica posicionada quer na captação de turismo;

11) Colaborar com o IPL e o Ministério da Ciência e Ensino Superior no sentido de conseguir protocolos, nas várias áreas de cursos superiores. Abrir espaços Jovens nas freguesias, com acesso às novas tecnologias e animação multimédia. Estimular a realização de estágios, quer na autarquia, quer junto das empresas localizadas na nossa zona, para estudantes naturais do município;

12) Construir um projecto activo, em diálogo com as instituições de solidariedade social e soldados da paz . E com as associações, os clubes e as escolas, para o fomentar da prática desportiva, com captação de talentos;

13) Criar o gabinete/agência de captação de apoio às empresas e ao desenvolvimento, na área de projectos de investimentos, com vista à melhoria da oferta e há captação de empresas para o nosso concelho, e não o que acontece com o actual executivo, dado o que faz, é empurra-las para os concelhos vizinhos. Batalhar pela isenção das portagens pelo menos a veículos pesados para proteger o mosteiro;

14) Criar infra-estruturas, com condições sociais e humanas, para utentes e colaboradores das instituições, que albergue a denominada loja de cidadão, mas com todos os serviços de uma verdadeira loja de cidadão, assim como a criação de Espaço Cidadão nas freguesias. Pois o investimento da deslocalização dos serviços foi mau de mais e não tem condições;

15) Prestar um melhor serviço de proximidade ao munícipe, através da simplificação de procedimentos, da desburocratização e informatização dos serviços da autarquia, e da qualificação do pessoal, de forma a termos respostas aos processos no máximo, em quatro meses.

 


NESTA SECÇÃO

Raul Castro presidente da Câmara da Batalha com maioria absoluta (atualização)

O Movimento Independente Batalha é de Todos, liderado por Raul Castro, venceu as eleições au...

Somos Batalha e Batalha é de Todos protagonizam a disputa mais acesa

As candidaturas PSD/Somos Batalha e o movimento Batalha é de Todos, apoiado pelo PS, protago...

Seis candidatos à conquista da câmara com PS ausente e dois novos partidos

Esta é a 13ª vez que os eleitores do Concelho da Batalha são chamados a escolher os autarcas...