APDR Batalha aprova orçamento de meio milhão

A Associação de Propaganda e Defesa da Região da Batalha (APDRB) prevê chegar ao final do corrente ano com um resultado líquido superior a 25 mil euros, de acordo com o seu orçamento (conta de exploração previsional) para 2019.

Segundo o documento, o total de encargos previsto é de 553.725 euros e os proveitos e ganhos ascenderão a 579.431 euros, pelo que o resultado líquido previsional ronda os 25.705 euros.

O funcionamento do pré-escolar custará 270.319, seguindo-se a creche (184.980) e o centro de atividades de tempos livres (CATL, 98.423 euros). A despesa mais significativa, no conjunto, é com o pessoal (417.788 euros).

No campo das receitas, está à frente o pré-escolar (314.754), seguindo-se a creche (195.486) e o CATL (69.190). A receita global maior provém do Centro Regional de Segurança Social de Leiria (315.375 euros).

No que diz respeito ao Centro Infantil Moinho de Vento, a principal atividade associação, a APDRB considera que “permanece a necessidade de se prosseguir com uma gestão cuidada, a todos os níveis, tendo que se ponderar, devidamente, as adversidades internas e externas que interferem nessa gestão”.

Segundo o documento “Memória Descritiva do Plano de Atividades e Conta de Exploração Previsional 2019”, “o desafio passa por delinear estratégias que consigam superar as dificuldades que advêm da conjuntura económica e social, da região e do país, que condicionam a organização das famílias e que acabam por se refletir nas necessidades, nas expetativas e nas respostas que essas famílias solicitam junto da instituição”.

Por outro lado, adianta a APDRB, “o centro infantil continua a conseguir manter uma procura constante, por parte de pais e encarregados de educação, o que constitui um indicador positivo relativo à qualidade da oferta educativa prestado no seio da comunidade escolar, no concelho e na região. São os resultados positivos deste projeto educativo que consolidam a ambição de continuar a desenvolver projetos para o futuro, requalificando não só o espaço físico, mas também os métodos de trabalho e a organização interna”.

Entre os objetivos da associação destacam-se ainda o desenvolvimento de atividades relacionadas com o exercício físico, nomeadamente a ginástica passiva e aulas de ballet e dança criativa, conferencias temáticas, demonstrações ligadas à estética e ao nutricionismo, entre outras; e colaborar com a Rede Social da Batalha, com a Comissão de Proteção de Crianças e Jovens em risco (CPCJ), e fazer-se representar noutras organizações ou eventos do concelho.


NESTA SECÇÃO

Modelo para os efluentes suinícolas “desresponsabiliza os produtores”

O presidente da Câmara Batalha “não acredita na solução” apresentada pelo Governo para o tra...

Agredia e ameaçava de morte a mãe há uma década

Um homem foi detido pela GNR esta quarta-feira, 11, no Concelho da Batalha sob suspeita de a...

Padre deixa a Batalha após 38 anos na paróquia

O padre José Gonçalves deixa a Batalha, 38 anos após ter assumido os destinos da paróquia, n...