Alunos receberam colegas de cinco países europeus

O Agrupamento de Escola da Batalha (AEB) foi responsável pela organização da primeira mobilidade internacional do projeto Erasmus KA 229, designado “Erasmus + A lab in my pocket: application of the scientific method and experimentation with smartphones sensors" (Um laboratório no meu bolso: aplicação do método científico e experimentação com sensores de telemóveis)

O AEB, que possui uma longa experiência neste tipo de projetos, recebeu de 1 a 7 de dezembro, professores e alunos de Itália, Espanha, Hungria, Roménia e Turquia.

Os 23 alunos estrangeiros ficaram alojados em casa de encarregados de educação dos seus colegas portugueses, que se disponibilizaram para os acolher, e desenvolveram também atividades, de forma autónoma, como pequenas visitas na região.

Este projeto insere-se no projeto de Autonomia e Flexibilidade Curricular de quatro turmas do 8º ano de escolaridade, onde todas estiveram envolvidas na preparação, organização e dinamização dos workshops temáticos que visaram promover o conhecimento científico e permitiram que os alunos pudessem realizar diversas experiências práticas recorrendo ao telemóvel, nomeadamente à aplicação Google Science Journal.

Os conteúdos programáticos abordados foram reações químicas, fotossíntese, germinação, luz, intensidade do som e grandezas diretamente proporcionais, através da programação dos Micro:bits, na plataforma Makecode.

Para além dos workshops, foi possível dar-lhes a conhecer duas cidades do nosso país, com uma deslocação a Lisboa e outra à Universidade de Coimbra, inserida numa visita de estudo do 8º ano.

Um dos pontos altos consistiu numa tarde-noite de atividades e de jantar partilhado, em que as famílias que acolheram os alunos do Erasmus+ se deslocaram à escola para partilhar a refeição e para assistir a apresentações preparadas pelos alunos.

“O balanço foi extremamente positivo, com os alunos e professores estrangeiros a destacarem a excelente organização e acolhimento de que beneficiaram”, segundo o AEB.

 


NESTA SECÇÃO

Épico Jazzístico dos Sonhos Perdidos

Encontrava-me no dia 3 de Maio de 1935, numa Lisboa quente e soalheira, mesmo que o cumprime...

Linha “Batalha Voz Amiga” presta apoio emocional

A câmara municipal criou a linha telefónica “Batalha Voz Amiga”, destinada todos os seus mun...

Batalha abre mercadinho para ajudar quem precisa

O pavilhão multiusos da Batalha acolhe no fim de semana, dias 6 e 7 de junho, a 1ª edição do...