Oksana Halamay

Médica interna da USF Condestável, Batalha

Alimentação saudável na adolescência – vida saudável no futuro!

A adolescência é uma fase de grandes mudanças e transformações na vida do ser humano quer físicas, psicológicas e emocionais. Nesta fase ocorre a puberdade e o nosso corpo vive em constante efervescência num processo de desenvolvimento, principalmente provocado pelas alterações hormonais. Este período de vida é caracterizado pelo um crescimento rápido, em que a criança apenas em alguns anos vai se transformar num adulto. Isto ocorre mais cedo nas raparigas e mais tarde nos rapazes, mas cada adolescente tem o seu ritmo individual do crescimento. O momento e a velocidade com que essas alterações ocorram variam e são afetadas tanto pela hereditariedade como pelo ambiente. A alimentação é fundamental dado a fase de crescimento e amadurecimento acelerados.

Para assegurar uma dieta nutricional na puberdade é preciso saber diferenciar os conceitos de comer e de alimentar. Apesar de ser uma fase de intensas transformações fisiológicas e emocionais, não está indicado o consumo de todo e qualquer alimento neste período. A alimentação deve ser variada, composta por alimentos de grupos nutricionais diferentes e numa quantidade adequada. É essencial a ingestão diária de hidratos de carbono de absorção lenta tais como arroz, pão e massas, que são fontes de energia saudável. Os açucares de absorção rápida como os bolos, bolachas, chocolates e refrigerantes devem ser evitados.

A ingestão de alimentos com alto teor de proteínas, tais como a carne branca e o peixe, são essenciais para o crescimento, diferenciação e reparação dos tecidos do nosso corpo deve ser sempre incentivada. Esses alimentos são fonte de aminoácidos essenciais, vitaminas do grupo B, ferro e zinco, tão necessários nesta fase de vida.

A frequência das refeições é uma parte importante de alimentação do adolescente, pois esse hábito ajuda o desenvolvimento intelectual e bom rendimento escolar. Dado a este facto, os adolescentes devem fazer cinco a seis refeições diárias, que permite manter o seu organismo adequadamente funcionante, evitar ataques de fome e previne que haja o consumo de alimentos altamente calóricos sem necessidade. Evita que o músculo seja utilizado como fonte de energia, além de fazer com que o organismo utilize de maneira mais eficaz os nutrientes que são oferecidos.

Um dos nutrientes mais importantes na fase de puberdade é o cálcio devido ao acelerado crescimento muscular e esquelético. Seu consumo indicado é de 1.300mg ao dia e por isso é importante incluir na dieta alimentos ricos em cálcio como a couve, espinafre, grão de bico, aveia e também vários tipos de peixe, leite e os seus derivados.

O consumo de frutas, hortícolas e leguminosas contribui para o enriquecimento do nosso corpo em vitaminas, minerais e também são ricas em fibras, que controlam a absorção do açúcar e toxinas. Não esqueçam de frutas oleaginosas e ricas em gordura (castanhas, avelãs, amêndoas, nozes e abacate) que são indispensáveis para fortalecimento do sistema nervoso, manutenção do sistema imunológico e melhoram a saúde da pele e do cabelo.

A prática de uma alimentação saudável engloba também bons hábitos de hidratação. A importância da água é transversal a todo o organismo e, como tal, é fundamental beber 1.5-2 litros de água diariamente.

 

Sabemos da dificuldade dos pais nesta missão de fazer com que os adolescentes tenham uma alimentação saudável, mas essa luta pela alimentação ideal é um trabalho que iremos ver resultados a longo prazo.

 


NESTA SECÇÃO

A dor está nas nossas mãos

A dor define-se como uma experiência sensorial e emocional desagradável associada, ou semelh...

Investimento na saúde da visão para poupar e promover vidas

Mais de mil milhões de pessoas em todo o mundo sofrem de deficiência visual ou cegueira evit...

São muitos os benefícios de deixar de fumar

O tabaco surge de uma planta chamada Nicotiana Tabacum que é uma substância estimulante. O t...