Agredia e ameaçava de morte a mãe há uma década

Um homem foi detido pela GNR esta quarta-feira, 11, no Concelho da Batalha sob suspeita de agredir e ameaçar de morte a própria mãe, de 67 anos, durante uma década.

A detenção do suspeito da prática de um crime de violência doméstica, de 38 anos, foi consumada pelo Núcleo de Investigação e Apoio a Vítimas Específicas da GNR de Leiria, com a colaboração de militares do posto da Batalha, no âmbito de uma investigação que decorria há algum tempo.

“No âmbito da investigação apurou-se que o suspeito agredia física e psicologicamente a sua mãe, com 67 anos e com limitações físicas, há cerca de 10 anos, ameaçando-a de morte reiteradamente”, explica um comunicado emitido esta quinta-feira,12, pelo comando territorial de Leiria da GNR.

Os militares deram cumprimento a um mandado de detenção do suspeito, que “tinha por hábito sujeitar a sua mãe a humilhações e tratamentos degradantes, causando-lhe um estado de humilhação e ansiedade, temendo, várias vezes, pela sua própria vida”, adianta o comunicado.

O suspeito, “já com antecedentes criminais por ameaça agravada e violência doméstica”, encontra-se detido e será presente a primeiro interrogatório judicial no Tribunal Judicial de Peniche, este sábado, 13, a fim de lhe serem aplicadas as medidas de coação.

 


NESTA SECÇÃO

Modelo para os efluentes suinícolas “desresponsabiliza os produtores”

O presidente da Câmara Batalha “não acredita na solução” apresentada pelo Governo para o tra...

Padre deixa a Batalha após 38 anos na paróquia

O padre José Gonçalves deixa a Batalha, 38 anos após ter assumido os destinos da paróquia, n...

Escola requalificada abre portas a projeto sempre inacabado

A obra de requalificação da Escola Básica e Secundária da Batalha foi inaugurada no dia 7 de...