48 intervenções facilitam circulação na Batalha

A câmara municipal tem em fase final de projeto a realização de 41 intervenções de melhoria das acessibilidades na vila da Batalha e mais sete correções no espaço urbano, com o objetivo de promover melhores condições de acessibilidade às pessoas portadoras de deficiência e população com mobilidade reduzida.

Este projeto conta com a colaboração da Associação Salvador, ao nível da sensibilização da comunidade e na sua execução serão observadas as recomendações da ACAPO (Associação dos Cegos e Amblíopes de Portugal), concentrando as ações físicas no espaço público ao nível das escadas, rampas e passagens de peões de superfície.

“Esta intervenção procura dar seguimento às ações que ao longo dos anos o município tem realizado, com destaque para os projetos inclusivos do Museu da Comunidade Concelhia da Batalha (MCCB) e do Eco Parque Sensorial da Pia do Urso”, explica o presidente da câmara.

“Reputamos da maior importância as parcerias que desenvolvemos neste domínio, desta feita, esperamos também contar com a Associação Salvador, nomeadamente ao nível de ações de sensibilização da comunidade para a relevância da problemática das acessibilidade e inclusão”, conclui Paulo Batista Santos.


NESTA SECÇÃO

Valorlis em campanha de inclusão para aumentar a reciclagem

A Environment Global Facilities (EGF) e as suas 11 concessionárias – entre as quais a Valorl...

Câmara sujeita a ter de indemnizar empresas de exploração de pedra

O Tribunal Administrativo e Fiscal de Leiria aceitou uma providência cautelar, interposta pe...

Autarca representante do Comité de Acompanhamento do Centro 2020

O presidente da Câmara da Batalha, Paulo Batista Santos, foi eleito no dia 4 de novembro, em...