João Ramos

Fisioterapeuta

Escoliose

A escoliose consiste numa alteração da curvatura normal da coluna vertebral. Segundo o Dr. Kapandji, a escoliose é uma inclinação lateral da coluna vertebral com uma rotação das vértebras. Esta deformação permanente da coluna incide nos três eixos de movimento da mesma. Numa pessoa com diagnóstico de escoliose grave, a coluna pode assemelhar-se a um “S” ou um “C”.

A escoliose surge principalmente na infância ou durante a adolescência, afetando entre dois a três porcento dos jovens com dezasseis anos no nosso país. Esta disfunção da coluna também poderá surgir em idade adulta, estima-se que atinge cerca de cinco porcento da população em geral. As suas causas são frequentemente desconhecidas ou por vezes, consequência de outra patologia/malformação denominando-se de escoliose idiopática e secundária, respetivamente.

A escoliose idiopática é a mais prevalente entre os jovens, registando-se o diagnóstico desta patologia oito vezes mais em raparigas do que em rapazes.

Apesar de a escoliose estar associa à dor lombar e/ou dorsal, a do tipo idiopática é em muitos casos “silenciosa”. Regista-se inicialmente a deformidade estética, por vezes não diagnósticada precocemente, acabando por refletir-se na baixa autoestima dos jovens portadores desta disfunção. Esta rotação das vértebras leva à formação da “inestética bossa”.

Nos casos mais graves poderá existir compromisso respiratório e cardíaco, em escolioses com inicio em idade muito precoce e sem tratamento adequado.

Aquando da presença destes sinais e sintomas acima mencionados torna-se indispensável a avaliação de um médico Ortopedista para estabelecimento do diagnóstico clínico e prescrição do tratamento mais adequado para o caso.

A Fisioterapia tem um forte impacto positivo na qualidade de vida de um utente com escoliose. Independentemente da severidade da escoliose é importante o tratamento de Fisioterapia no controlo de sintomas, reeducação postural e prescrição de exercício.

Com o objetivo de sensibilizar e esclarecer os portugueses em relação à escoliose pediátrica foi criada a campanha nacional “Josephine explica a escoliose”. Lançada no dia vinte e quatro de Junho, Dia Internacional de Sensibilização para a Escoliose, conta com o patrocínio científico da Sociedade Portuguesa de Ortopedia e Traumatologia e da Sociedade Portuguesa de Pediatria. Poderá também consultar online os conteúdos da campanha “Josephine explica a escoliose”.


NESTA SECÇÃO

Beba café, mas com moderação!

Desde a sua descoberta, o café tem ocupado um lugar de destaque na alimentação Mundial, send...

Família, escola e hiperatividade

A Perturbação de Hiperatividade/Défice de Atenção (PHDA) é bastante evidenciada no quotidian...

Quanto tempo as crianças devem estar à frente de ecrãs?

Vivemos na era digital! Desde muito cedo que televisão, computadores, Internet, smartphones,...