Concelho a meio da tabela dos mais exportadores do distrito

As vendas no exterior valeram 52,674 milhões de euros e as importações 74,213 milhões, o que traduz um défice na balança comercial.

O concelho da Batalha foi no ano passado o 8º maior exportador e o 7º maior importador de bens entre os 16 municípios que compõem o distrito de Leiria, segundo os dados do Instituto Nacional de Estatística (INE).

No mesmo período, as vendas no exterior valeram 52,674 milhões de euros e as importações 74,213 milhões, o que traduz um défice na balança comercial concelhia de 21,539 milhões de euros. Quanto ao distrito de Leiria, atingiu no ano passado o melhor resultado de sempre em exportações de bens, com mais de dois mil milhões de euros, enquanto as importações ficaram nos 1.470 mil milhões de euros, o que significa uma taxa de cobertura de 138%, a melhor da região centro e muito acima da média nacional, que foi de 82,37%. Os bens produzidos no distrito chegaram a 166 países, encontrando-se entre os principais destinos Espanha (614 milhões de euros), França (329 milhões) e Alemanha (268 milhões).

No que respeita às importações, no ano passado o distrito comprou em 106 países, contando-se entre os principais Espanha (513 milhões de euros), Alemanha (156 milhões) e França (122 milhões). Os concelhos mais exportadores são Leiria (580 milhões de euros), Marinha Grande (532 milhões) e Alcobaça (238 milhões). Os mais importadores são Leiria (564 milhões de euros), Marinha Grande (230 milhões) e Alcobaça (157 milhões de euros).

A tendência de crescimento das exportações do concelho da Batalha mantém- se no primeiro mês deste ano (INE), comparando com o período homologo de 2015 e 2016. Há dois anos o município exportou 4,248 milhões de euros em janeiro, no ano seguinte 3,682 milhões e em 2016 recuperou para o maior valor do triénio: 4,466 milhões de euros.

Quanto ao distrito, em janeiro de 2015 exportou 148 milhões de euros e no mesmo mês deste ano o valor é de 167 milhões de euros. Em janeiro de 2015 e deste ano, as importações ficaram em 114 milhões e 123 milhões de euros, respetivamente.


NESTA SECÇÃO

Novo Real Batalha já está no mercado

A Adega Cooperativa da Batalha lançou no mercado o seu mais recente vinho, o Real Batalha Ba...

Câmara sobe oito lugares em eficiência financeira

A Batalha subiu oito posições na tabela dos municípios portugueses que apresentam maior efic...

Jardoeira: zona industrial recebe 1,5 milhões da UE

O programa Centro 2020 aprovou o cofinanciamento do projeto de Expansão da Área de Localizaç...