Casimiro Gomes, presidente do AC Batalha “Precisamos de pista com piso sintético"

O Atlético Clube da Batalha (ACB) tem mais de uma centena de atletas, desde os benjamins aos masters, 71 dos quais federados, a maioria juvenis. Casimiro Gomes, 40 anos, atleta internacional, fundador e presidente do clube, faz um balanço do trabalho realizado nos últimos cinco anos e aponta as necessidades que é preciso suprir para continuar a evoluir

O clube nasceu com que objetivos?

O ACB surgiu da vontade de um grupo de praticantes de atletismo da Batalha liderado por mim, Alexandrina Gomes, Joel Pinheiro e Sofia Vieira. Tem dado especial atenção à componente da formação desportiva de jovens. Surgiu em 2012, sem fins lucrativos, para promover essencialmente a prática do atletismo e suas variantes. Esta associação dedica-se à formação e à competição, em todas as disciplinas do atletismo. Tem desenvolvido diversas atividades desportivas, culturais, recreativas e académicas, por forma a corresponder a necessidades regionais, contribuindo, assim, para a ocupação de tempos livres dos atletas mais jovens e pretende efetuar parcerias com instituições por forma a apoiar os seus desportistas. O ACB está filiado na Associação Distrital de Atletismo de Leiria desde a época 2012/2013.

 

Quais foram os momentos mais altos?

Os momentos mais altos do ACB, numa primeira fase, foram as organizações desportivas (São Silvestre, uma das provas mais importantes da região; Cross Noturno, Corrida de Avis, às quintas-feiras). Nesta altura, destaco os títulos de Campeão Distrital de Corta Mato e Campeão Distrital de Pista em Infantis Masculinos alcançados na época que agora termina. De uma forma gradual, pretendemos ser campeões em iniciados, ter atletas nos campeonatos nacionais de juvenis e a representarem a seleção distrital, e mais tarde a seleção nacional. A formação de jovens está a revelar-se um enorme desafio, mas muito gratificante. E temos oferecido à população da Batalha a oportunidade de participar em atividades de outras modalidades (judo, ioga, shiatsu).

 

O principal objetivo é a formação ou a competição?

São objetivos que se complementam. A competição está integrada na formação desportiva. Formamos jovens atletas também com o objetivo de participarem em competições. Na formação dos jovens estão sempre presentes os valores que a nossa sociedade promove: educação, multidisciplinariedade, convívio e entreajuda.

 

Quais os principais apoios que recebe?

O ACB tem vindo a crescer de uma forma sustentada. Temos tido o apoio do município, do comércio e indústria locais. O apoio dos nossos associados é sistemático. Para além da cotização mensal (5 euros/atleta por mês), colaboram fortemente na organização dos eventos desportivos. Sem eles o ACB nunca poderia ter crescido tanto, nem ter a dinâmica que tem. A Associação Distrital de Atletismo de Leiria tem-nos dado apoio técnico, através do diretor técnico, Carlos Carmino.

 

Em que é preciso investir para que possa continuar a crescer?

As principais dificuldades são a falta de condições, tanto a nível de material, como de infraestruturas, que permitiriam uma melhoria do trabalho para nos podermos bater de igual para igual com outros clubes.

Precisamos de melhores condições de treino. Temos uma pista em pó de tijolo, com diferentes valências, que poderia ter um piso sintético. Apesar disso, esta pista e o circuito de manutenção a envolver a zona desportiva da Batalha têm sido fundamentais para a formação desportiva dos jovens batalhenses. A qualificação dos treinadores é outro fator que poderá contribuir para a evolução do atletismo na Batalha. Estes fatores poderão contribuir para que o concelho tenha ainda mais jovens a praticar atletismo e que venham a conseguir marcas para participar em campeonatos nacionais, serem medalhados nestas competições e alcançarem o estatuto de internacionais, elevando ainda mais o nome da Batalha.

 

Como é composto o quadro técnico e administrativo do clube?

Somos um grupo numeroso, mas precisamos sempre de mais pessoas com vontade de ajudar o ACB a crescer. Temos uma direção que é formada pelos pais dos atletas e um grupo de técnicos que são o Cláudio Matias, a Ana e eu próprio. Em finais deste mês a Associação Distrital de Atletismo de Leiria irá organizar mais um curso de treinadores, onde iremos ter três pais. Assim poderemos subdividir os nossos jovens e dar-lhes um melhor apoio.

 

Qual o balanço que faz da última época?

A ultima época foi bastante positiva e excedeu todas as expectativas. A nível de clubes, fomos campeões distritais em pista e corta mato, no escalão de infantis masculinos, e as nossas infantis femininas ficaram em segundo na pista e as iniciadas num excelente terceiro lugar. Individualmente, tivemos campeões distritais em diversas disciplinas e muitas subidas ao pódio, com destaque para o atleta Yoelvis Companioni, com três títulos e Duarte Rodrigues, com dois. Nove atletas entraram no ranking nacional, com destaque para Yoelvis com a terceira melhor marca do ano no comprimento, quarta no peso, quinta nos 60 metros e sexta nos 150 metros. Já o Tiago Gomes está num excelente quarto lugar no salto em altura. Seis atletas representaram a Seleção Distrital Infantis de Leiria.

 

Quais são os objetivos para a próxima época?

É nosso objetivo lutar pelos títulos distritais coletivos em infantis masculinos e femininos e passarmos a ter equipas competitivas no escalão de iniciados. Os nossos atletas menos jovens também irão continuar a levar bem alto e bem longe o nome da Batalha e a conseguir mais vitórias em provas de estrada e de trail.  Apesar das contrariedades conseguimos provar que estamos a fazer um bom trabalho e no bom caminho, pois os resultados assim indicam. Na próxima época vamos trabalhar ainda mais para podermos dar mais alegrias aos nossos atletas, treinadores e principalmente aos pais que que nos acompanham em todas as provas, pois sem a disponibilidade deles nada disto era possível. O principal objetivo para o próximo ano é melhorar as marcas obtidas esta época e começar a ter atletas a competir em campeonatos nacionais.


NESTA SECÇÃO

Batalha recolhe bens para a Loja Social

A Farmácia Ferraz, em parceria com o Atlético Clube e a Loja Social da Batalha, está a organ...

Sub-20: Quinta do Sobrado disputa 1ª nacional de futsal

O Centro Cultural e Recreativo de Quinta do Sobrado e Palmeiros (CCRQSP), na Batalha, vai di...

Inscrições abertas para os “Trilhos do Reguengo”

O Atlético Clube Batalha organiza a 3 de setembro a 2º edição do trial e caminhada “Trilhos ...