A.M.HO.A.Minha.HOrta

Célia Ferreira

Aproveitar bem os tomates da horta

O mês de agosto é pautado pela abundância. Nas nossas hortas, as plantas semeadas no inicio do ano estão em plena produção, o que convida a partilhar.

Na minha rua temos o hábito de trocar produções entre os vizinhos, o que nos faz reforçar os laços de conviver em sociedade. Olhemos mais pelos nossos vizinhos, pois é com eles que convivemos diariamente, deixemos de lado as divergências e cuidemos uns dos outros, pois essa bondade de espírito e de coração alimenta-nos a alma, tal como os produtos da nossa horta nos alimentam o corpo.

Os meus tomateiros já produzem tanto que não consigo escoar tudo sozinha. Alguns excedentes dou aos vizinhos, outros aos animais e outros conservo-os para mais tarde.

Os processos de conservação que uso variam de acordo com o produto. No caso dos tomates, faço doce, polpa, molho e no ano passado estreei-me com o ketchup, que fez sucesso e também congelo os tomates inteiros, para posteriormente adicionar às comidas, ou fazer polpa, molho ou ketchup mais frescos. Sim porque podemos um produto transformado ao natural pode ter menos prazo de validade.

Polpa de tomate: 5 kg de tomate, 1 colher sopa sal, outra de açúcar (escuro) 100 ml de azeite, ½ pimento vermelho. Levar ao lume a ferver em lume brando por 45-60 minutos e no final triturar tudo, e armazenar em frascos previamente esterilizados.

Ketchup caseiro: 150 ml de azeite, 1 cebola pequena, 2 dentes de alho, 1 haste de aipo picado 1 kg tomate maduro, de preferência sem pele e em pedaços, 1 folha de louro, 1 colher de chá de massa de pimentão, ou 100 gr de pimento vermelho, manjericão fresco ou seco a gosto, sementes de coentros moídas (a gosto), 1 colher de chá de sal marinho, 1 colher de sopa de açúcar. Começo por refogar ligeiramente os quatro primeiros ingredientes e depois adiciono os restantes, pela ordem indicada, deixo cozinhar em lume brando por uma hora e depois é só enfrascar. Se gostar de um ketchup picante é só colocar também pimenta e malaguetas.

Truque: Para esterilizar mais rápida e eficazmente os frascos, no fim de lavados, coloco-os no forno a 180º por cinco minutos, e com eles ainda quentes encho-os com os preparados.

Hortícolas para semear e/ou plantar ao ar livre: acelgas, alfaces, agriões, beterrabas, cebolas, cenouras, coentros, Couves- Repolho, couve-rábano; Espinafres; feijões diversos, malaguetas, nabos; pepinos, pimentos, physalis; salsa, tomates; Rabanetes, rúcula.

Jardim, semear e/ou plantar: amores-perfeitos, goivos, margaridas, e prímulas.

Se soubermos observar e aprender com a natureza, teremos muito a aprender.

Ser feliz não é por ter tudo, mas sim por saber ser grato por tudo o que se tem.


NESTA SECÇÃO

Bombeiros, serviço, dedicação, sacrifício

É da natureza humana ansiar e lutar por um mundo melhor, mas da mesma natureza surge inexp...

O labirinto obscuro

 A entrada descomposta e velha daquelas escadas de madeira podre e carunchosa, não faziam pr...

A sorte, formalizada

Com o acabar do meu primeiro mestrado, recebi imensas felicitações. Pelo tempo que o demorei...